John Palliser

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
John Palliser
Nascimento 29 de janeiro de 1817
Dublin
Morte 18 de agosto de 1887 (70 anos)
Condado de Waterford
Cidadania República da Irlanda
Ocupação explorador, escritor
Prêmios Medalha de Ouro

John Palliser (Dublin, 29 de janeiro de 1817Condado de Waterford, 18 de agosto de 1887) foi um militar, geógrafo e explorador irlandês. Era filho do coronel Wray Palliser, irmão de Sir William Palliser (1830-1882) e um descendente direto do Dr William Palliser, Arcebispo de Cashel (1644-1726).

Biografia[editar | editar código-fonte]

De 1839 a 1863, Palliser serviu no exército e tornou-se capitão na artilharia de Waterford, Irlanda, e foi igualmente o xerife deste condado. Sua primeira expedição de caça ocorreu em 1847 no oeste dos Estados Unidos. Foi neste período que Palliser escreveu o trabalho "Solitary Rambles and Adventures of a Hunter in the Prairies", que foi publicado em 1853. Retornou aos Estados Unidos como comandante da Expedição Britânica de Exploração da América do Norte, atravessando entre 1857 e 1861 regiões ainda não cartografadas da América do Norte. Realizou uma demarcação topográfica da fronteira entre o Canadá e os Estados Unidos, desde o Lago Superior até as costas do Oceano Pacífico. Durante esta expedição foi assistido por um astrônomo, o tenente Thomas Blakiston, pelo botânico Eugène Bourgeau e pelo geólogo Dr. James Hector.

As suas viagens ao Canadá permitiram-lhe explorar diversos rios:

Retornou para a Irlanda em 1862 para apresentar as suas descobertas ao Parlamento Britânico. As informações contidas no seu relatório foram determinantes para o Parlamento proceder a retirada das possessões da Terra de Rupert (zona que compreendia todos os rios que fluem para a Baía de Hudson) com o "Deed of Surrender", em 1869. Isto inaugurou uma nova era de colonização e de desenvolvimento para o Oeste do Canadá.

É creditado a Palisser ter aberto uma nova era de desenvolvimento do oeste do Canadá. Seu relato considerou a região atualmente conhecida como Triângulo de Palliser, uma grande região do sul de Alberta e Saskatchewan, como demasiadamente árida para o desenvolvimento da agricultura. Palliser visitou a região numa época de grande seca. Porém, a área foi ocupada para o cultivo porque se mostrou uma terra fértil. Nos anos 30, a informação das inadequadas condições de agricultura na região se mostraram exatas, em detrimento daqueles que haviam tentado o cultivo.

Havia rumores de que Palliser trabalhava como espião em nome de algumas ilhas do Caribe e dos estados Confederados na América, porém não existe nenhuma evidência neste sentido.

Em 1869, viajou para Nova Zembla, na Rússia, com um outro irmão, Frederick Palliser, a bordo do navio "Sampson".

Palliser nunca se casou e se aposentou na Irlanda, onde passou o resto da sua vida com a família. Morreu em sua casa, Comeragh House, no Condado de Waterford, em 1887. Recebeu postumamente o título de "Companheiro da Ordem de São Miguel e São George "(CGM).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.