Jonathan Safran Foer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jonathan Safran Foer
Nascimento 21 de fevereiro de 1977 (45 anos)
Washington
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americano
Ocupação Escritor, Professor Universitário
Prêmios
  • 2000 – Zoetrope: All-Story Fiction Prize;
  • 2003 – New York Public Library's Young Lions Fiction Award;
  • 2007 – teve seu nome inserido no Granta's Best of Young American Novelists;
  • 2007 – Holtzbrinck Fellow na American Academy em Berlim;
  • 2010 – teve seu nome inserido na lista "20 Under 40" da revista The New Yorker's;
  • 2013 – indicado para o conselho do Memorial Nacional do Holocausto, localizado em Washington D.C.;
  • 2016 – teve seu nome incluído pela publicação "The Forward's Forward" na lista dos 50 judeus-americanos mais influentes do ano

Jonathan Safran Foer (Washington, 21 de Fevereiro de 1977) é um escritor americano, conhecido pelos seus romances Tudo está Iluminado (Everything Is Illuminated, 2002) e Extremamente alto e incrivelmente perto (Extremely Loud and Incredibly Close, 2005).[1] Em 2009, publicou a sua primeira obra de não ficção, intitulada Comer Animais (Eating Animals, 2009).

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jonathan Safran Foer nasceu em Washington, DC, filho de Albert Foer, um advogado, e Esther Safran Foer, presidente de uma empresa de relações públicas.

Foer graduou-se em Princeton, em 1999, com uma licenciatura em Filosofia e viajou para a Ucrânia para expandir sua tese. Em 2001, editou a antologia A Convergence of Birds: Original Fiction and Poetry Inspired by the Work of Joseph Cornell, para a qual contribuiu com o conto "If the Aging Magician Should Begin to Believe." Sua tese de Princeton tornou-se o romance Everything Is Illuminated, que foi publicado pela Houghton Mifflin em 2002 . O livro valeu-lhe um National Jewish Book Award e um Guardian First Book Award . Em 2005, Liev Schreiber escreveu e dirigiu uma adaptação cinematográfica do romance, estrelado por Elijah Wood.

O segundo romance de Foer, Extremamente alto e incrivelmente perto, foi publicado em 2005. No romance, Foer usa 11/09 como pano de fundo para a história de Oskar Schell, que aprende a lidar com a morte de seu pai no World Trade Center. Os direitos de filmagem do livro foram adquiridos pela Warner Bros e pela Paramount para um filme a ser produzido por Scott Rudin, e a ser realizado por Stephen Daldry, realizador de O Leitor (The Reader). Em 2005, Foer escreveu o libreto para uma ópera intitulada Seven Attempted Escapes From Silence, que estreou na Ópera Estatal de Berlim em 14 de Setembro de 2005.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • We Are the Weather: Saving the Planet Begins at Breakfast (2020). Edição brasileira: Nós Somos o Clima: Salvar o planeta começa no café da manhã, Rocco, ISBN 9788532531711

Referências

  1. «Jonathan Safran Foer» (em francês). data.bnf.fr. Consultado em 10 de maio de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.