Jorge Araújo (cantor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jorge Araújo
Informação geral
Nascimento 18 de janeiro de 1953 (65 anos)
Origem Teresina, Piauí
País  Brasil
Gênero(s) Música cristã contemporânea
Período em atividade 1971-atualmente
Gravadora(s) Louvores do Coração, Som dos evangélicos, Bompastor, Djanir, Jope, Voz da Assembléia de Deus (distribuidora), Doce Harmonia, Som e Louvores, Louvor Celeste, Nova Geração
Afiliação(ões) Nova Geração, Turma do Barulho, Elen Diana, Daniela Araújo, Leonardo Gonçalves, Bekah Costa, Edison Lemes

Jorge Araújo (Teresina, 18 de janeiro de 1953) é um cantor, compositor, produtor musical, multi-instrumentista e arranjador brasileiro, de carreira na música cristã contemporânea há décadas. Também esteve a frente do conjunto Nova Geração[1] e Turma do Barulho. Gravou discos ao lado da esposa, Eula Paula, formando a dupla Jorge Araújo e Eula Paula.[2] É pai das cantoras Elen Diana e Daniela Araújo.[3]

Iniciou sua carreira musical em 1971, gravando o compacto "Esperando por Cristo". Seu primeiro álbum saiu em 1975, pela gravadora Louvores do Coração. Em 1978 eleito temporariamente presidente da nova gravadora lançada no mercado a Som Evangelico gravou por ela dois discos Modificação e Um jovem feliz (este o projetando nacionalmente no cenário evangélico alcançando grande êxito), além de um compacto junto de Mara Dalila (uma prévia ou amostra dos dois álbuns futuros dos dois: Um povo santo e Um jovem feliz), após esse período em 1979 voltou pra Louvores do coração. Em 1980 se casa com Eula Paula que a partir do quinto disco viria a desempenhar um grande destaque em todos os discos até os dias de hoje, ao mesmo tempo em que era formado o Conjunto Nova Geração. Seu décimo álbum, Cicatrizes e testemunho , lançado em 1984 de forma independente pela distribuidora Nova geração o qual precocemente apostou em sonoridades mais próximas ao pop, em contraste ao forte tradicionalismo do meio protestante, na época, foi considerado, por vários historiadores, músicos e jornalistas, como o 73º maior álbum da música cristã brasileira, em uma publicação de 2015.[4][5]

A partir de 1986 o período comercial de sua carreira se intensifica mais ainda com a abertura paralela de discos em dupla com sua esposa Eula Paula. Já no inicio da década seguinte migra pra independência reativando a Nova Geração não mais como distribuidora e sim como gravadora, simultaneamente fazendo muitas viagens internacionais percorrendo toda a América e o continente Europeu durante a primeira metade da década.[6]

Em 1994 é lançado um de seus maiores clássicos Lázaro e na segunda tiragem do álbum já impresso sob o título Coração sangrando com novo encarte, teve ampla aceitação de publico e critica. Em 1999 deu uma breve pausa na carreira e se retirou do mercado gospel até meados de 2010 quando retornou em dupla com sua esposa para uma série de shows pelo Brasil com os clássicos da musica evangélica que fizeram história numa série de quatro volumes já lançados pelos dois, atualmente seguem em turnês pelo país.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Compactos
  • 1971: Esperando por Cristo
  • 1975: Jovens Cantais (com conjunto Vasos de bençãos e João Araújo)
  • 1978: Um jovem feliz (com Mara Dalila)
  • 1979: Um Novo Dia (prévia)
Álbuns de estúdio
  • 1975: O Mundo não Tem Paz
  • 1976: A Cruz Está Vazia
  • 1977: Modificação
  • 1978: Um Jovem Feliz
  • 1979: Um Novo Dia
  • 1980: Fique Perto de Mim
  • 1981: Sei que Jesus Gosta de Mim
  • 1982: Muito Obrigado
  • 1983: Volume 9
  • 1984: Cicatrizes
  • 1984: O mundo já não importa
  • 1985: Realidade
  • 1985: Ele Sabe o que Precisas
  • 1986: Um Pouco de Paz
  • 1986: Deus Está Aqui (com Eula Paula)
  • 1987: Vida Eterna
  • 1987: De qualquer jeito não (com Eula Paula)
  • 1987: Eu Acredito
  • 1988: Pedro e João (com Eula Paula)
  • 1988: Viagem sem Conexão
  • 1990: LP Internacional (com Eula Paula)
  • 1991: Coletânea em espanhol
  • 1991: 20 anos de louvor (com Eula Paula)
  • 1992: Familia - (com Eula Paula e Turma do Barulho)
  • 1993: Dependência (com Eula Paula)
  • 1993: Muito alem do sol (com Eula Paula)
  • 1994: Lázaro
  • 1996: Volume 28
  • 1997: Volume 29 (com Eula Paula)
  • 1998: Volume 30 (com Eula Paula)
  • 2010: Volume 31 (com Eula Paula)
  • 2011: Clássicos anos 70/80 (com Eula Paula)
  • 2012: Clássicos anos 70/80
  • 2013: Clássicos anos 70/80 Volume 3 (com Eula Paula)
  • 2014: Clássicos anos 70/80 Volume 4 (com Eula Paula)
Coletâneas
  • 1979: Som dos evangélicos e seus sucessos de ouro (Luiz de Carvalho, Antonio Bicudo, Carlos Alberto, Conjunto Vasos de bençãos e Jorge Araújo)
  • 1980: Seleção Som dos evangélicos volume II
  • 1990: Seleção de Ouro
  • 2012: Série especial vol.1 (com Eula Paula)
  • 2012: Série especial vol.2 (com Eula Paula)'
  • 2012: Série especial vol.3 (com Eula Paula)'
Participações
  • 1975: Conjunto Vasos de bençãos - Angelical
  • 1976: Conjunto Vasos de bençãos, Fernandinho e Jorge Araújo - Jó homem fiel
Como produtor ou músico convidado

Referências

  1. «Nani Azevedo ganha primeira coletânea». Efrata Music. Consultado em 5 de setembro de 2015. 
  2. «Discografia». Arquivo Gospel. Consultado em 5 de setembro de 2015. 
  3. «Ao Som de Daniela Araújo». Lagoinha. Consultado em 5 de setembro de 2015. 
  4. «Sites cristãos produzem lista dos 100 maiores álbuns nacionais». Super Gospel. Consultado em 5 de setembro de 2015. 
  5. «Os 100 maiores álbuns nacionais da música cristã». O Propagador. Consultado em 5 de setembro de 2015. 
  6. «Onimusic e Daniela Araújo celebram parceria de distribuição». Super Gospel. Consultado em 5 de setembro de 2015. 
Ícone de esboço Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.