Juan Díaz de Solís

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Juan Díaz de Solís
Nascimento 1470
Lebrija ou São Pedro de Solis
Morte 20 de janeiro de 1516
Punta Gorda, atual Uruguai
Ocupação Navegante
Mapa da Florida, baseado em esboço efectuado por Juan de Solís.

Juan Díaz de Solís ou João Pedro Dias de Solis (Lebrija ou São Pedro de Solis, 1470[1] [2]Punta Gorda, 20 de janeiro de 1516) foi um navegador espanhol ou português que descobridor do Rio da Prata.

Juan Díaz de Solís partiu para explorar o Novo Mundo com interesse científico de pesquisa e exploração e mapeamento cartográfico do Cone Sul da América do Sul. Uniu-se em 1508 a Vicente Yáñez Pinzón, irmão de Martin Alonso Pinzón.

Em 1512 iniciou a exploração para chegar ao Rio da Prata, até então desconhecido, descobrindo e explorando os territórios adjacentes.

O mapa elaborado a partir dos dados de Díaz de Solís foi fundamental para a viagem de Fernão de Magalhães.

Depois da morte de Américo Vespúcio, era Díaz de Solís quem ocuparia o cargo Piloto Mor devido à experiência náutica como piloto da Casa da Índia de Portugal.

O capitão da expedição ao Rio da Prata foi morto pelos índios charruas ou pelos índios guaranis (há controvérsias entre historiadores), tocaiados às margens do estuário. O relato é da existência de índios antropófagos, o que excluiria os charruas.

O piloto real Francisco de Torres, cunhado de Solís, assumiu o comando da flotilha na volta à Espanha. Uma das caravelas separou-se das demais e, ao aproximar-se da Ilha de Santa Catarina na baía sul, naufragou.


Referências

  1. Markham, Clements R. "Columbus, and the Fourth Centenary of His Discovery", Proc. of the Royal Geographical Society and Monthly Record of Geography. New Monthly Series 14 (9) (sep 1892), pp. 610-611.
  2. Felipe Guaman Poma de Ayala. Nueva Crónica y Buen Gobierno, Tomo 1, pp. 373-y demás