Klebsiella pneumoniae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaKlebsiella pneumoniae
Klebsiella pneumoniae
Klebsiella pneumoniae
Classificação científica
Domínio: Bacteria
Filo: Proteobacteria
Classe: Gammaproteobacteria
Ordem: Enterobacteriales
Família: Enterobacteriaceae
Género: Klebsiella
Espécie: K. pneumoniae
Nome binomial
Klebsiella pneumoniae
( Trevisan , 1887)
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Klebsiella pneumoniae

Klebsiella pneumoniae é uma espécie de bactéria gram-negativa, encapsulada, anaeróbia facultativa em forma de bastonete. É o mais importante membro do género Klebsiella e importante membro da Família das Enterobactérias.

Pode causar pneumonia embora seja mais comum a sua implicação em infecções hospitalares (aparelho urinário e feridas), em particular em doente imunologicamente deprimidos como portadores do vírus HIV/AIDS.

O nome Klebsiella advém do bacteriologista alemão Edwin Klebs.

Surtos[editar | editar código-fonte]

A Klebsiella pneumoniae está em crescimento em Portugal e noutros países da Europa provocando variados tipos de infecções graves com dificuldade de tratamento, pelo facto desta bactéria ser resistente a vários antibióticos, propagando-se com facilidade e provocando surtos.[1]

O aumento da infecção por esta bactéria deve-se “ao uso elevado de antibióticos, à livre circulação de pessoas que podem ser transportadoras dessas bactérias e também por haver alguma quebra das medidas básicas de controlo da infecção”.[1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Ana Maia e Margarida David Cardoso, "Infecções pós-cirurgia estão a diminuir em Portugal", Público (jornal), 20 de Novembro de 2018, [1]