Korg M1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Korg M1

O Korg M1 foi o primeiro teclado do tipo "workstation" a ser produzido no mundo. Foi lançado pela Korg em 1988. Contando com um sequenciador MIDI e uma grande paleta de sons, o M1 permitiu a músicos produzirem grandes arranjos musicais. Ultrapassando as vendas dos modelos Yamaha DX7 e Roland D-50, o Korg M1 se tornou o teclado do tipo workstation mais vendido no mundo, tendo vendido aproximadamente 250.000 unidades [1]. Atualmente, o teclado é ainda muito utilizado por novos e antigos músicos, que procuram novos sons e efeitos muitos dos quais estão presentes em teclados mais antigos.

Descrição[editar | editar código-fonte]

O M1 oferecia a capacidade de combinar até oito programas (patches) para tocar simultaneamente em várias zonas do teclado. Este arranjo é chamado de "Combi", e permitiu a montagem de sons mais complexos. A estação de trabalho apresentava meios minimalistas de ser controlada, incluindo um visor LCD, teclas programáveis, um controle deslizante de dados, botões de entrada de dados, e um joystick de 4 vias. O joystick combinou duas fontes de modulação e pitch bend: esquerda / direita ajusta pitch bend, se emite um controlador MIDI mensagens, e para baixo emite controlador MIDI duas mensagens.


Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

Internamente, o Korg M1 continha dois osciladores digitais e um banco de memórias que guardava parte da onda de som modulada pelo oscilador. Ao total o equipamento apresentava 16 osciladores simples, ao qual poderiam se produzir 16 notas polifônicas, ou 8 osciladores duplos, onde se poderiam produzir até 8 notas polifônicas Grande parte dos sons artificiais, produzidos pelo teclado, se tornaram famosos e foram muito utilizados ao longo dos anos em casas de músicas eletrônicas, nos anos 90, denominados "Piano16" and "Organ2."

Utilizadores notáveis[editar | editar código-fonte]

.Craig Burrows


Referências

  1. Julian Colbeck. «Korg M1». Electronic Musician. Consultado em 29 de outubro de 2012. Arquivado do original em 26 de setembro de 2011