Kundalini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde agosto de 2016).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Portal A Wikipédia possui o
Portal do Ocultismo


Kundaliní (em sânscrito: कुंडलिनी, Kundaliní) é fenômeno bioelétrico, dito ser uma corrente elétrica que fica concentrada na base da coluna; O termo é feminino, deve ser sempre acentuado e com pronúncia longa no í final. Muitos por a considerarem sagrada, grafam o nome com "K" maiúsculo. O símbolo do caduceu é considerado como uma antiga representação simbólica da fisiologia da Kundalini;

É entendida como um poder espiritual adormecido no osso sacro (cóccix) que só pode ser despertado por uma alma realizada de alto nível. Depois do despertar a Kundalini atravessa seis chakras que estão acima. São eles: swadisthana, manipura, anahata, vishuddhi, ajna e Sahasrara.

Ao subir pela coluna vertebral chega-se ao sétimo chakra dando a iluminação ou Nirvana para o discípulo ou ativação da glândula pineal e liberação de endorfinas. Esse processo ocorre somente para pessoas de altíssimo nível espiritual, que estejam preparadas ou para aqueles que recebem essa bênção da Divina Mãe Shri Mataji Nirmala Devi. É o poder espiritual ou físico (dependendo da linhagem esotérica ser espiritualista ou naturalista) primordial ou energia cósmica que jaz adormecida acima do primeiro chakra o Muladhara, ficando no osso sacro chamado de Múládhár Chakra, o centro de força situado na base da coluna. É a energia que transita entre os chakras que são centros de energia no corpo físico.

Deriva de uma palavra em sânscrito que significa, literalmente, "enrolada como uma cobra" ou "aquela que tem a forma de uma serpente". É a energia do Universo ou chi ou Prana em seu aspecto Purna-Shakti, total, como potencial, sendo o Prana-Shakti o aspecto biológico, ou fisico, etc.

É também tema de estudo no campo da psicologia onde a reputam de difícil condução com a disciplina e maturidade que são requeridas para esse intento.

Referências ao Kundalini no Ocultismo[editar | editar código-fonte]

A serpente representa a força kundalini na base da coluna vertebral. Quando a serpente é ativada através da meditação e exercícios específicos de energia, ela sobe através dos sete chakras, trazendo a consciência intensa, iluminação, poderes, habilidades psíquicas, e onisciência. A cobra naja encapuzada, vista em muitas esculturas e pinturas antigas no Egito, simboliza a consciência expandida, resultado do aumento da serpente. [1]

A serpente representa a força kundalini na base da coluna vertebral. Quando a serpente é activada através da disciplina, exercícios específicos de energia,mas principalmente pelo sexo normal Arcano A.Z.F(castidade científica) ela sobe através dos sete chakras, trazendo a consciência intensa, iluminação, poderes, habilidades psíquicas, e onisciencia. A cobra naja encapuzada, vista em muitas esculturas e pinturas antigas no Egipto, simboliza a consciência expandida, resultado do aumento da serpente. Este é o fundamento verdadeiro da realização : a ascensão da serpente. Aqueles que são bem sucedidos na elevação da energia serpentina estão em um nível espiritual muito mais elevado e então podem alcançar a transcendência e entrar no paraíso.

Referências[editar | editar código-fonte]

http://sahajayoga.org.br/ http://www.alegriadesatan.com/simbolos-satanicos/

Livros[editar | editar código-fonte]

Kundalini Yoga - MP Pandit

Craniosacral Chi Kung: Integrating Body and Emotion in the Cosmic Flow - Mantak Chia

Raja Yoga - Swami Vivekananda


Ícone de esboço Este artigo sobre esoterismo ou ocultismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Símbolos Satânicos – Alegria de Satan». www.alegriadesatan.com. Consultado em 29 de novembro de 2018