Kyuichi Tokuda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Este é um nome japonês; o nome de família é Tokuda (球一).
Kyuichi Tokuda
徳田 球一
Kyuichi Tokuda
1º Presidente do Partido Comunista Japonês Japão
Período 1945 a
1953
Antecessor Toshihiko Sakai (não oficial)
Sucessor Sanzo Nosaka
Dados pessoais
Nascimento 12 de setembro de 1894
Nago, Okinawa, Império do Japão
Morte 14 de outubro de 1953 (55 anos)
Pequim, China
Partido Partido Comunista Japonês

Kyuichi Tokuda (徳田 球一 Tokuda Kyūichi?, 12 de setembro de 189414 de outubro de 1953)[1] foi um político japonês e primeiro Presidente do Partido Comunista Japonês de 1945 até sua morte em 1953.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Kyuichi Tokuda durante um discurso em 1946
Kyuichi Tokuda durante um discurso em 1946

Kyuichi Tokuda nasceu em 1894 em Okinawa e tornou-se advogado após se formar na Universidade Nihon em 1920.[2] Ingressou no Partido Comunista Japonês em 1922 e tornou-se membro de seu Comitê Central.[3]

Foi preso em março de 1928 por suspeita de violar a Lei de Preservação da Paz e passou quase 18 anos na prisão, sendo libertado em outubro de 1945.[2][3] Enquanto estava na prisão, ocupou uma cela ao lado do colega e líder Comunista Yoshio Shiga.[4] Após sua libertação, ele teria sido içado aos ombros por uma multidão de Comunistas e coreanos cantando mensagens anti-imperiais.[5]

Após a Segunda Guerra Mundial, foi eleito para a Câmara dos Representantes nas eleições gerais de 1946. Em 1948, enquanto fazia um discurso, sofreu uma tentativa de assassinato quando uma garrafa de refrigerante carregada de dinamite foi jogada em seus pés, mas sobreviveu.[6] Em 1950, era considerado o segundo em comando do Partido Comunista e um dos maiores apoiadores do líder do partido Sanzo Nosaka.[4] Junto com outros líderes do Partido, foi expurgado da política durante a Ocupação dos Aliados no Japão. Posteriormente foi exilado para a China, onde morreu em 1953.[2] Durante seus últimos anos na China, liderou uma facção do Partido Comunista Japonês e organizou operações violentas no Japão.[7]

Obras[editar | editar código-fonte]

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

  • Tokuda aparece no videogame Hearts of Iron IV da Paradox Interactive como líder do Partido Comunista Japonês. Se o Japão renuncia ao fascismo de Hirohito e abraça o comunismo, ele se torna o líder do Japão. No entanto, na realidade ele estava preso durante os principais eventos de Hearts of Iron IV, que se passa durante a Segunda Guerra Mundial.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Tokuda, Kyuichi». www.ndl.go.jp (em inglês) 
  2. a b c «Tokuda, Kyuichi». www.ndl.go.jp (em inglês) 
  3. a b Milorad M. Drachkovitch (1 de dezembro de 1986). Biographical Dictionary of the Comintern. [S.l.: s.n.] 
  4. a b «JAPAN: Red Schism». Time. ISSN 0040-781X 
  5. «"Remove Hirohito" Is Cry Of Freed Jap Communists». Toronto Daily Star 
  6. «Pressure From Left Increases in Japan». The Lewiston Daily Sun 
  7. «Red-Baiting in 2016 – SNA Japan». shingetsunewsagency.com (em inglês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

Artigo traduzido e adaptado da versão em inglês da Wikipédia: Kyuichi Tokuda