LaShawn Merritt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
LaShawn Merritt
campeão olímpico
Atletismo
Modalidade 400 m
Nascimento 27 de junho de 1986 (31 anos)
Portsmouth, Estados Unidos
Nacionalidade norte-americano
Compleição Peso: 84 kg Altura: 1,91 m
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Rio 2016 4x400 m
Ouro Pequim 2008 400 m
Ouro Pequim 2008 4x400 m
Bronze Rio 2016 400 m
Campeonatos Mundiais
Ouro Moscou 2013 400 m
Ouro Moscou 2013 4x400 m
Ouro Daegu 2011 4x400 m
Ouro Berlim 2009 400 m
Ouro Berlim 2009 4x400 m
Ouro Osaka 2007 4x400 m
Prata Pequim 2015 400 m
Prata Daegu 2011 400 m
Prata Osaka 2007 400 m

LaShawn Merritt (Portsmouth, 27 de junho de 1986) é um velocista e campeão olímpico norte-americano especialista nos 400 metros rasos.[1]

Foi campeão olímpico dos 400 m em Pequim 2008 e participou do revezamento 4x400 m [2] onde a equipe norte-americana estabeleceu um novo recorde olímpico.[3]

Merritt registou análises positivas em três controlos realizados em outubro e dezembro de 2009 e janeiro de 2010, por detecção de dehidroepiandrosterona (DHEA), um produto que estimula o corpo a produzir mais substâncias com efeitos anabolizantes, como a testosterona endógena e foi suspenso preventivamente das competições.[4].

Depois de sua suspensão, ele voltou às pistas brilhando nos Campeonatos Mundiais de Daegu 2011 - ouro nos 4x400 m e prata nos 400 m - e em Moscou 2013, onde foi medalha de ouro nos 400 m[5] e no revezamento 4x400 m rasos.[6]

Em Pequim 2015 ficou com a medalha de prata nos 400 m mas fez a melhor marca de sua carreira para a distância, 43s65.[7] Com esta marca se tornou o sexto mais rápido corredor desta prova na história.[8]

Nos Jogos Olímpicos da Rio 2016, fez sua melhor marca daquele ano – 43.85 – mas ficou com a medalha de bronze, na prova vencida pelo sul-africano Wayde van Niekerk, que estabeleceu nova marca mundial para a distância – 43.03.[9] A medalha de ouro veio no 4x400 m, oito anos depois da primeira ganha no revezamento em Pequim, junto com Tony McQuay, Gil Roberts e Arman Hall.[10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Perfil no Sports Reference
  2. Forde, Pat (8 de agosto de 2008). «Hold on to your medals ... The Dash is checking in from Beijing». ESPN. Consultado em 8 de agosto de 2008 
  3. Hersh, Philip (21 de agosto de 2008). «In the men's 400 meters, LaShawn Merritt's a fast learner». Los Angeles Times. Consultado em 21 de agosto de 2008 
  4. «Campeão olímpico com doping por querer aumentar pénis». 24 de Abril de 2010 
  5. «results». IAAF. Consultado em 17 de agosto de 2013 
  6. «results». IAAF. Consultado em 17 de agosto de 2013 
  7. «400 METRES MEN». IAAF. Consultado em 26 de agosto de 2015 
  8. «400 m -all time». IAAF. Consultado em 26 de agosto de 2015 
  9. «400 METRES MEN THE XXXI OLYMPIC GAMES». IAAF. Consultado em 29 de agosto de 2016 
  10. «4X400 METRES RELAY MEN THE XXXI OLYMPIC GAMES». IAAF. Consultado em 2 de setembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]