Lavoura Arcaica (romance)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Lavoura Arcaica (livro))
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lavoura Arcaica
Autor(es) Raduan Nassar
Idioma Português
País Brasil Flag of Brazil.svg
Gênero Romance
Editora José Olympio
Lançamento 1975

Lavoura Arcaica é o primeiro romance escrito por Raduan Nassar, e narra a história de André, um jovem do meio rural arcaico que resolve abandonar sua numerosa família do interior para ir morar em uma pequena cidade (ainda no interior), fugindo da vida asfixiante da lavoura, da rigidez moral de seu pai, e de sua paixão incestuosa pela irmã Ana.[1] Nesse conflito de visões de mundo, que está no centro da (des)ordem da lavoura, se desdobram temporalidades que tensionam o existir do protagonista[2].

É por meio da perversão do discurso paterno, uma mistura entre os sermões árabes do Avô (falecido antes do iniciar da obra) e a imagética bíblica, que André intenta alcançar maneiras de se fazer sujeito nas fissuras do ordenamento patriarcal.[3] Na narração André "apresenta suas reminiscências de forma fragmentada, não sendo possível identificar o tempo da narrativa, bem como não se pode identificar o local onde se passa tal história"[4] Sendo assim, o romance trágico de Nassar trata da maneira em que sempre carregamos conosco, no nosso ser, as características herdadas do meio em que nascemos, em toda sua carga emotiva e contraditória concernente[5].

Publicado em 1975 pela Livraria José Olympio Editora, o romance tornou-se mais conhecido com a versão cinematográfica realizada em 2001 por Luiz Fernando Carvalho.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

O livrou ganhou, em 1976, o prêmio Coelho Neto para romance, da Academia Brasileira de Letras, cuja comissão julgadora tinha como relator o crítico e ensaísta Alceu Amoroso Lima. Recebeu ainda o prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro (na categoria de Autor Revelação) e Menção Honrosa e também Autor Revelação da Associação Paulista de Críticos de Arte — APCA.[6] O autor, Raduan Nassar, ganhou o prêmio Camões em 2016 pelo conjunto da obra. [7]

Edições[editar | editar código-fonte]

Em 1982 saiu a edição espanhola de Lavoura arcaica, pela editora Alfaguara, de Madri. Saiu a segunda edição do mesmo pela Nova Fronteira, do Rio de Janeiro.

A Editora Gallimard, da França, lançou Lavoura arcaica e outro livro de Raduan Nassar, Um copo de cólera num só volume, em 1984.

Saiu a terceira edição de Lavoura arcaica, em 1989, pela Companhia das Letras, de São Paulo, hoje na quarta reimpressão.

Adaptação cinematográfica[editar | editar código-fonte]

Em 2001, o filme Lavoura Arcaica foi lançado, com direção e roteiro de Luiz Fernando Carvalho a partir da obra de Raduan Nassar. A versão cinematográfica do livro recebeu mais de 50 prêmios[8] e, em novembro de 2015, entrou na lista feita pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.[9]

Referências

  1. Kadanus, Kelli (14 de abril de 2014). «Lavoura Arcaica deve tirar o sono do vestiba». Gazeta do Povo. Consultado em 23 de setembro de 2014 
  2. Júnior, Carlos Roberto Bernardes de Souza; Almeida, Maria Geralda de (22 de dezembro de 2016). «Geografias de hýbris : dialética sujeito-lugar nos enredos da lavoura arcaica de Raduan Nassar». GeoTextos. 12 (2). ISSN 1984-5537. doi:10.9771/1984-5537geo.v12i2.17428 
  3. Souza Júnior, Carlos R. B. (2017). Espacialidades de Tensão: L(ug)ar, vínculos e irreverências na Lavoura Arcaica. http://repositorio.bc.ufg.br/tede/bitstream/tede/8018/5/Disserta%c3%a7%c3%a3o%20-%20Carlos%20Roberto%20Bernardes%20de%20Souza%20J%c3%banior%20-%202017.pdf: Dissertação - UFG 
  4. SOUZA, J. R. (2012). Discurso e subjetividade em Lavoura Arcaica. Montes Claros: Dissertação - Unimontes 
  5. Rodrigues, A. L. (2006). Ritos da paixão em Lavoura Arcaica. São Paulo: Editora da USP 
  6. Schneider, Daniel; Minani, Thiago (11 de julho de 2011). «Lavoura Arcaica». Educar para Crescer. Abril. Consultado em 23 de setembro de 2014 
  7. Pereira, Ana Cristina Marques, Tiago. «Raduan Nassar vence Prémio Camões de 2016». Observador. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  8. «Lista de Prêmios do filme "Lavoura Arcaica"». IMDb.com 
  9. André Dib (27 de novembro de 2015). «Abraccine organiza ranking dos 100 melhores filmes brasileiros». Abraccine. abraccine.org. Consultado em 26 de outubro de 2016 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço relacionado ao Projeto Literatura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.