Leandro Bassano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Leandro Bassano
Nascimento 10 de junho de 1557
Bassano del Grappa
Morte 15 de abril de 1622
Veneza
Cidadania Itália
Progenitores Pai:Jacopo Bassano
Ocupação pintor
Magnum opus Last Judgement
Leandro Leandro Bassano ou dal Ponte (Bassano del Grappa, a 10 de junho de 1557 - Veneza, 15 de abril de 1622), Adoração dos Pastores, óleo sobre tela, 135 x 100 cm, coleção particular.

Leandro Bassano (Bassano del Grappa, 10 de Junho de 1557 — 15 de abril de 1622 Veneza, 1622), também conhecido como Leandro dal Ponte foi um artista italiano de Bassano del Grappa, irmão mais novo de Francesco Bassano, o Jovem, e terceiro filho de Jacopo Bassano. O nome deles é decorrente da cidade de Bassano del Grapa. Leandro estudou com seu irmão na oficina de seu pai, mas assumiu o lugar quando Francesco abriu uma oficina em Veneza. Leandro seguiu a tradição das obras religiosas de seu pai, mas também tornou-se conhecido por pintar retratos.

Por volta de 1575, Leandro tornou-se um ajudante importante para seu pai, já que seu irmão estava em Veneza. Seu pai queria que o terceiro filho continuasse o estúdio em Bassano del Grappa, porém, depois de sua morte, o irmão de Leandro, Francesco, cometeu suicídio e o artista decidiu então assumir o estúdio em Veneza. Lá, ele se tornou um retratista de sucesso, se aproximando do estilo do mestre veneziano, Tintoretto.

Leandro desenvolveu seu estilo, assumindo a influência veneziana, promovendo seu estilo de desenho fino. Sua abordagem na pintura diferiu da de seu pai, já que Leandro usava pinceladas finas, com cores claras e leves, aplicadas suavemente em áreas bem definidas, ao contrário de seu pai, que pintava com movimentos robustos e pinceladas densas.[1]

Seu sucesso se fez em Veneza, inclusive o proporcionando uma cavalaria do Doge de Veneza, Marino Grimani, em 1595. Ele passou o resto de sua vida na cidade.[2] Com isso, Leandro começou a assinar seu nome com o honorário "Eques".[3] Grande parte de seu trabalho não está datado e suas obras às vezes são confundidas com outros artistas. Este é o caso do Portrait of a Old Man, que está no Museu de Belas Artes de Budapeste - certa vez pensaram se tratar de uma obra de Tintoretto.

Além de seus muitos retratos e peças religiosas, Leandro pintou obras seculares de gênero, como a Concert, que está atualmente na Galeria Uffizi, e Kitchen Scene, exposta no Museu de Arte da Universidade de Indiana.

Obras[editar | editar código-fonte]

Retratos[editar | editar código-fonte]

Obras religiosas[editar | editar código-fonte]

Outros tipos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Leandro Bassano", The Grove Dictionary of Art, 2007.
  2. C. Ridolfi, Le meraviglie dell'arte, overo le vite degl'illustri pittori veneti e dello Stato, II, Venetia, Gio. Battista Sgava, 1648 (ed. DF von Hadeln, Berlim 1914-1924), p. 166
  3. "Leandro Bassano", Nicolas Pioch, WebMuseum, Paris, 2007.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.