Looking for Alaska

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes.

Looking for Alaska
À Procura de Alaska (PT)
Quem é Você, Alasca? (BR)
Autor (es) John Green
Idioma inglês
País  Estados Unidos
Género Romance juvenil
Editora Dutton Juvenile
Lançamento 2005
Páginas 272
ISBN 0-525-47506-0
Edição portuguesa
Tradução Ana Beatriz Manso
Editora Edições ASA
Lançamento fevereiro de 2012
Páginas 256
ISBN 978-989-231-682-6
Edição brasileira
Tradução Rodrigo Neves
Editora WMF Martins Fontes
Lançamento 2010
Páginas 240
ISBN 9788578273422

Looking for Alaska (no Brasil, Quem é Você, Alaska?; em Portugal, À Procura de Alaska) é o primeiro romance escrito por John Green, publicada em março de 2005 por Dutton Juvenile. Ele ganhou o Prêmio Michael L. Printz de 2006 da American Library Association. [1] Durante a semana de 29 de julho de 2012, esta obra ficou em 10º na lista de best-sellers do New York Times, 385 semanas depois de ser lançado.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Miles Halter, um adolescente que leva uma vida sem graça e sem muitas emoções na Flórida. Ele tem um gosto peculiar: memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história. E uma dessas personalidades: François Rabelais, um escritor do século XV, que disse no leito de morte que ia em “busca de uma Grande Incógnita”. Para não ter que esperar o próprio fim para encontrar a sua Grande Incógnita, Miles decide fazer as malas e partir.

Ele vai para um colégio interno no ensolarado Alabama, onde conhece seu colega de quarto Chip Martin ou "Coronel", o Takumi, amigo do Coronel e a inteligente, engraçada, louca e incrivelmente sexy, Alaska Young. Em Culver Creek, com bebidas, fumos e trotes, Miles, descobre um pouco da sua Grande Incógnita.

Alaska tem em seu livro preferido, O general em seu labirinto, de Gabriel García Márquez, a pergunta para a qual busca incessantemente uma resposta: “Como vou sair desse labirinto?” Miles se apaixona por Alaska, mesmo sem entendê-la e sabendo que ela namora.

Personagens e suas características[editar | editar código-fonte]

Miles Halter "Gordo", o protagonista do romance, que tem um interesse incomum em aprender as últimas palavras de pessoas famosas. Ele vai para o colégio Culver Creek, em busca do seu "Grande Talvez". Alto e magro, seus amigos em Culver apelidaram ironicamente de "Gordo". Ele sente-se atraído por Alasca Young, que na maior parte do romance não sente o mesmo. Ele é frequentemente comparado a Holden Caulfield, personagem do romance O Apanhador no Campo de Centeio de JD Salinger.

Alasca Young, a menina selvagem, autodestrutiva, problemática, linda e enigmática que capta a atenção e o coração de Gordo. Ela é descrita tendo belos e grandes olhos verdes esmeralda, cabelos castanhos claros e com várias curvas pelo corpo.

Chip Martin "Coronel", com 1,52 metros de altura mas "construído como Adonis", ele é o melhor amigo de Alasca e companheiro de quarto de Gordo. Obtém seu apelido por ser o mentor estratégico por trás dos esquemas que Alasca inventa. Vem de uma família pobre, e é obcecado por lealdade e honra.

Takumi Hikohito, um japonês que manda bem no Rap. Ele é amigo do Coronel e de Alasca que frequentemente se sente por fora dos planos do grupo.

Lara Buterskaya, uma imigrante romena. Ela é amiga de Alasca, e por um período, namora Gordo.

Jake, namorado de Alasca que mora muito longe pro gosto dela e integrante de uma banda que o nome a própria Alasca nomeou. Cabelos loiros que lhe caem até os ombros, a barba escura por fazer e o tipo de crueza fabricada que abria portas para um carreira de modelo. E de acordo com Alasca, ele é bem-dotado.

Sr. Starnes "O Águia", o reitor dos alunos em Culver Creek. Ele é muito rigoroso quando se trata de coisas como fumar cigarros e beber álcool no campus. Ele sofre trotes de Miles, Chip, Alasca, Takumi e Lara.

Dr. Hyde, Dr. Hyde é o professor de Religiões do Mundo em Culver Creek. Ele é descrito como antigo e tem dificuldade para respirar, mas não deixa esses problemas atrapalharem a sua paixão pela matéria e as aulas.

Desenvolvimento do livro[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

John estudou na Indian Springs School, um colégio interno em Birmingham, Alabama. Durante o tempo em que era estudante de lá, um estudante morreu em circunstâncias semelhantes ao de Alasca.

Segundo o próprio John Green em um book talk em Rivermont Collegiate em 19 de Outubro de 2006, ele teve a ideia "chapéu de raposa" do Takumi de um amigo Filipino que usava um chapéu semelhante ao jogar partidas em Indian Springs School. John também afirmou que o cisne "possuído" em Culver Creek veio de sua vida de estudante em Indian Springs School, onde também havia um cisne de natureza semelhante no campus. As duas partidas que ocorrem no livro são semelhantes às brincadeiras que Green aprontou no colégio interno. Ele também afirmou, ao dar uma palestra em Indian Springs, que vários dos professores de Culver Creek são caricaturas diretos de vários membros do corpo docente da Indian Springs.

Adaptação cinematográfica[editar | editar código-fonte]

A adaptação cinematográfica foram adquiridos pela Paramount Pictures em 2005 desde quando o livro foi lançado, mas devido a uma falta de interesse, a produção foi adiada. Ainda sem estreia marcada, em Junho de 2014, o autor John Green confirmou como responsável pela direção e roteiro a canadense Sarah Polley [2] , e produção de Mark Waters, diretor de Meninas Malvadas, e Jessica Tuchinsky, produtora de (500) Dias com Ela. Porém, em Junho de 2015, exatamente a um ano, o autor anunciou que a direção ficará responsável pela Rebecca Thomas que dirigiu o filme A Fita Azul.

Referências

  • Bob Carlton. "One-time Indian Springs student finds his way in first novel", 2005-03-13.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Prêmios
Precedido por
How I Live Now
Michael L. Printz Award Winner
2006
Sucedido por
American Born Chinese