Macu-camãs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura pela língua da família lingüística macu, falada pelos macu-camãs, veja Língua macu-camã.

Macu-camãs foi um exônimo aplicado à etnia Dâw, um grupo dos macus, que ainda habita no Noroeste do estado brasileiro do Amazonas, mais precisamente a Área Indígena Médio Rio Negro I. A palavra "camã" /kamã/ tem um significado altamente pejorativo, usado para xingar ou para ofender a qualquer pessoa a quem queiram chamar de ignorante, bêbada, ladra ou suja, pelo que os Dâw rejeitam ser nomeados de este jeito, e atualmente este epônimo não se usa na região, nem pelos expertos.[1]

Referências

  1. Martins, Silvana Andrade (2004). Fonologia e Gramática Dâw (Tese de Doutorado, Vrije Universiteit Amsterdam). Utrecht: LOT. p. 2. ISBN 90-76864-65-9