Manitowoc

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Manitowoc
Localidade dos Estados Unidos Estados Unidos
SkylineManitowocWI.jpg
Manitowoc está localizado em: Wisconsin
Manitowoc
Localização de Manitowoc em Wisconsin
Manitowoc está localizado em: Estados Unidos
Manitowoc
Localização de Manitowoc nos Estados Unidos
Localização
44° 5' 47" N 87° 40' 30" O
Condado Condado de Manitowoc
Estado  Wisconsin
Tipo de localidade Cidade
Características geográficas
Área 43,7 km²
- água 0,8 km²
População (2006) 33 635 hab. (770 hab./km²)
Altitude 223 m
Códigos
código FIPS 48500

Portal Portal Estados Unidos

Manitowoc é uma cidade localizada no estado norte-americano de Wisconsin, no Condado de Manitowoc.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Segundo o censo norte-americano de 2000, a sua população era de 34.053 habitantes.[1] Em 2006, foi estimada uma população de 33.635,[2] um decréscimo de 418 (-1.2%).

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o United States Census Bureau tem uma área de 44,5 km², dos quais 43,7 km² cobertos por terra e 0,8 km² cobertos por água. Manitowoc localiza-se a aproximadamente 223[3] m acima do nível do mar.

Localidades na vizinhança[editar | editar código-fonte]

O diagrama seguinte representa as localidades num raio de 20 km ao redor de Manitowoc.

Localidades na vizinhança
ManitowocManitowoc
Localidade com 681 habitantes (2000). Francis Creek (12 km)
Localidade com 374 habitantes (2000). Kellnersville (18 km)
Localidade com 1422 habitantes (2000). Mishicot (16 km)
Localidade com 12639 habitantes (2000). Two Rivers (10 km)
Localidade com 948 habitantes (2000). Valders (17 km)
Localidade com 730 habitantes (2000). Whitelaw (13 km)

Na Cultura Popular[editar | editar código-fonte]

O condado e a cidade de Manitowoc ficaram mundialmente conhecidos (negativamente) através da série documental Making a Murderer, da Netflix, que mostrou os alegados erros judiciais nas investigações do assassinato de Teresa Halbach. A série mostra que possíveis interferências na suposta cena do crime e nas provas condenaram injustamente Steven Avery, que já tinha sido condenado injustamente a 20 anos de prisão pelo estupro de uma mulher. Ao sair da prisão, Steven teria aberto um processo contra a cidade pedindo um valor que faria a localidade entrar em falência. Na mesma época, a fotógrafa Teresa Halbach teria desaparecido após visitar o trailer de Avery e as investigações apontaram para ele e seu sobrinho. A série, apesar de polêmica, causou um debate internacional sobre o caso e prepara-se para uma segunda temporada.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]