Federal Information Processing Standard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Padrão Federal de Processamento de Informações (do inglês: Federal Information Processing Standard - FIPS)[1][2] também conhecido por FIPS PUB 10-4 ou simplesmente FIPS 10, é um conjunto de códigos geográficos curtos (geocódigos), normas usado no processamento de informações geográficas de regiões (países, soberania especial, divisões administrativas)[3] desenvolvidas pelo Governo dos Estados Unidos da América,[4] (através do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia - NIST e da Agência Nacional de Informação Geoespacial - NGA) para uso de agências de governo não militar, por empresas contratadas pelo governo e, em algumas publicações, tais como o CIA World Factbook.

O padrão também é conhecido como DAFIF 0413 (Digital Aeronautical Flight Information File) e como DIA 65-18 (Defense Intelligence Agency, "Elementos de dados geopolíticos e recursos relacionados").[5]

Alguns formatos FIPS especificam padrões de segurança em sistemas de criptografia, usados para proteger informações confidenciais em sistemas de computador e de telecomunicação.[6]

Algumas padrões FIPS são versões modificadas, de normas mais difundidas pela comunidade, como por exemplo:

Instituto Nacional de Padrões Americanos - ANSI, Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos IEEE, Organização Internacional de Padronização - ISO, etc. O código FIPS 10-4 é similar, mas geralmente incompatíveis, com o padrão ISO 3166-1 alfa-2, Comité Olímpico Internacional (COI), Federação Internacional de Futebol (FIFA), Oraganização do Tratado do atlântico Norte (OTAN) e. Os códigos ISO 3166 são utilizados pelas Nações Unidas e para a Internet de alto nível com código de país domínio.

Em dezembro de 2014, a Agência Nacional de Informação Geoespacial estadunidense interrompeu a manutenção do FIPS 10-4.[7][8]

Tipos[editar | editar código-fonte]

Define através de letras países, territórios e, estados. Tipos de padrões FIPS:

  • FIPS 10-4: identificador, formado por duas letras, de países e regiões fora dos dos Estados Unidos;[9]
  • FIPS 6-4: identificador de condados dos Estados Unidos,[9] é formado por cinco dígitos, onde os dois números iniciais são referentes ao código do estado e, o código do condado é formado por último três números, quando combinados são escrito no formato <Estado><Condado>,[10] como por exemplo: o código do estado do Havaí é "15", o código do Condado de Maui é "009", quando combinados formam o FIPs "15009". O código FIPS para cada condado liga para os dados de censo desse condado.
  • FIPS 5-2: identificador, formado por dois dígitos, de estados dos Estados Unidos. Substituído em setembro de 2008 pelo padrão ANSI INCITS 38: 2009;
  • FIPS 55-3: identificador de territórios nos Estados Unidos. Substituida em setembro de 2008 pela norma ANSI INCITS 38: 2009;
  • FIPS 137 (ou FED-STD-1015): é um padrão de codificação de voz de telefonia segura, codificação preditiva linear vocoder;
  • FIPS 46 e FIPS 140: definem os requisitos de segurança de sistemas de criptografia, usados para proteger informações confidenciais em sistemas de computador e de telecomunicação,[11] Padrão Avançado de Criptografia (do inglês: Advanced Encryption Standard);
  • FIPS 153 (ou Programmer's Hierarchical Interactive Graphics System - PHIGS): é um padrão de Interface de Programação de Aplicativos (API) para uso da computação gráfica 3D, projetado nos anos 80, herdando muitas características do Graphical Kernel System (GKS);
  • FIPS 197 (ou Advanced Encryption Standard - AES): é um padrão para a criptografia de dados eletrônicos estabelecido em 2001;
  • FIPS 199: é um padrão que define categorias de segurança de sistemas de informação utilizados pelo Governo Federal, um componente de avaliação de risco. O FIPS 199 e o FIPS 200 são padrões de segurança obrigatórios, conforme exigido pelo orgão Gerenciamento Federal de Segurança da Informação (FIMA).
  • FIPS 201: é um padrão que define a Verificação de Identidade Pessoal (PIV) para funcionários e contratados federais.

Códigos de país[editar | editar código-fonte]

NOME NOME COMPLETO GENC 2A GENC 3A Capital
Angola Republic of Angola AO AGO Luanda
Brazil Federative Republic of Brazil BR BRA Brasília
Portugal Portuguese Republic PT PRT Lisbon

Referências

  1. «What is FIPS (Federal Information Processing Standards)? - Definition from WhatIs.com». WhatIs.com (em inglês) 
  2. Allen, Thelma A. (24 de fevereiro de 2010). «Federal Information Processing Standards Publications (FIPS PUBS)». NIST (em inglês) 
  3. «Códigos FIPS». Mapanet Divex. Consultado em 7 de novembro de 2018 
  4. Mendes, Carlos Pimentel. «Atlas Novo Milênio: auxílio (help)». Novo Milênio. Consultado em 7 de novembro de 2018 
  5. «FIPS 10-4» (em inglês). Enciclopédia Wikipédia em Inglês. Consultado em 7 de novembro de 2018 
  6. «Federal Information Processing Standard 140–2 (FIPS 140–2) suporte». International Business Machines - IBM. Knowledge Center. 28 de junho de 2018. Consultado em 14 de novembro de 2018 
  7. «GNS Country Codes». Agência Nacional de Informação Geoespacial. Consultado em 16 de fevereiro de 2016 
  8. «Geopolitical Codes (Formerly FIPS PUB 10-4)». Agência Nacional de Informação Geoespacial 
  9. a b «FIPS 55-3 (locations in the US)». Wikidata (em inglês). Consultado em 8 de novembro de 2018 
  10. «FIPS Publish 6-4» (em inglês). National Institute of Standards and Technology. 1 páginas. Consultado em 11 de Agosto de 2011 
  11. «Suporte FIPS 140–2». IBM Knowledge Center. Consultado em 7 de novembro de 2018 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Tecnologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Administração é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.