Manobra de Valsalva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2016). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A manobra de Valsalva, amplamente difundida, é realizada ao se exalar (emitir ou lançar fora de si.[1]) forçadamente o ar contra os lábios fechados e nariz tapado, forçando o ar em direção ao ouvido médio se a tuba auditiva estiver aberta. Esta manobra aumenta a pressão intratorácica, diminui o retorno venoso ao coração e aumenta a pressão arterial, além de evidenciar sopros e hérnias abdominais.

Com pequenas modificações, esta manobra pode ser usada como um teste da função cardíaca e controle nervoso autônomo do coração, ou para 'limpar' os ouvidos (equalizar a pressão) quando a pressão ambiental mudar, como no mergulho ou aviação, ou até mesmo subindo ou descendo uma serra. É recomendada por fonoaudiólogos quando o paciente perde plenitude auricular (sensação de ouvido tapado).

Esta técnica possui esse nome em homenagem a Antonio Maria Valsalva, médico do século XVII, de Bologna, cujo principal interesse científico era o ouvido humano, tendo descrito a tuba auditiva.

Esta manobra também foi muito utilizada na odontologia, sendo empregada na confirmação de comunicação buco-sinusal em cirurgias situadas na porção posterior do arco dentário superior e na ginecologia durante o teste do cotonete (q-tip test) para constatar se há descida do colo vesical e da uretra proximal em pacientes com incontinencia urinária.[2]

O médico pode também realizar esta manobra quando desconfia de uma hérnia. A manobra de Valsalva aumenta a pressão intra-abdominal e causa protusão da hérnia. Assim, o médico pode também identificar a localização, conteúdo, etiologia e condição. Pode ser usada também para amenizar a hipertensão do epidídimo.

A manobra de Valsalva serve também para se testar a flexibilidade da área deprimida do pectus excavatum, uma deformidade da parte da frente do tórax, onde há uma depressão do osso conhecido como esterno[3].

Referências

  1. "Exalar". Dicio.
  2. Peterson,L. Principles of Oral and Maxillofacial Surgery
  3. Haje, S. A.; J. R.. (2016-12-01). "Preliminary results of orthotic treatment of pectus deformities in children and adolescents". Journal of Pediatric Orthopedics 12 (6): 795–800. ISSN 0271-6798.
Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.