Mansão do Caminho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

-12.916435° --38.443696′ {{{3}}} {{{4}}}° 00′ {{{6}}}

A Mansão do Caminho é a obra social do Centro Espírita Caminho da Redenção, situada em Salvador, no estado da Bahia, tendo sido fundada em 15 de agosto de 1952 pelo médium e orador espírita Divaldo Pereira Franco e seu primo Nilson de Souza Pereira.[1][2]

Fundação[editar | editar código-fonte]

Segundo relato disponível na página da instituição, no ano de 1948, Divaldo e seu amigo Nilson viajavam de trem quando, em dado instante, o médium teve uma visão psíquica olhando pela janela. Ele teria visto um lugar arborizado, com muitas construções, adultos e crianças e onde havia um homem de costas, homem este que, ao se virar de frente, para surpresa de Divaldo, era ele mesmo, porém, mais velho. A visão teria causado a Divaldo um impacto. Tendo ele contado o ocorrido a Nilson, ambos ficaram sem compreender o fato. Ele teria, então, escutado uma voz a lhe dizer: "Isto é o que farás de tua vida. Educarás".[carece de fontes?]

Prossegue o relato dizendo que, um ano depois, numa reunião mediúnica, um espírito ter-se-ía manifestado por Divaldo, dizendo que havia um programa espiritual para que fosse construída, em Salvador, uma obra de educação, baseada em lares substitutos e que eles poderiam ter a honra de realizar essa empreitada. Divaldo e Nilson aceitaram a tarefa e, com ajuda de um grupo de colaboradores, arremataram, em 1951, um casarão numa hasta pública, vindo a fundar, em 15 de agosto de 1952, a Mansão do Caminho.[carece de fontes?]

A instituição hoje[editar | editar código-fonte]

Situada na Rua Jayme Vieira Lima, no bairro de Pau da Lima, em Salvador, a Mansão do Caminho começou funcionando com lares para crianças órfãs ou socialmente órfãs, objetivando reconstruir o ambiente familiar. Com o tempo, os lares foram sendo substituídos por grupos escolares, oficinas de capacitação profissional e outras atividades sociais de promoção social, apoiando crianças, adolescentes e adultos carentes provenientes de bairros de baixa renda próximos, fornecendo a eles educação integral. A instituição atende, gratuitamente, cerca de 3.200 crianças e adolescentes por dia, além de adultos e idosos carentes. Para os alunos das escolas, crianças da Creche A Manjedoura, albergados da Caravana Auta de Souza e funcionários, a Mansão do Caminho fornece cerca de 5.000 refeições por dia.[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Marcon, Maria Helena (dezembro de 2012). «Mansão do Caminho – Selo Personalizado e Carimbo Comemorativo». Jornal Mundo Espírita OnLine. Consultado em 23 de setembro de 2015 
  2. G1 BA (3 de julho de 2015). «Mansão do Caminho promove feirão de livros espíritas em Salvador; veja». G1. Consultado em 23 de setembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre o espiritismo ou sobre um espírita é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.