Manuel Maria de Macedo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Manuel Maria de Macedo (Verride, Montemor-o-Velho, 1 de Maio de 18391915) foi um pintor, cenógrafo, escritor e sobretudo ilustrador. Foi fundador da revista Ocidente.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi aluno de Tomás da Anunciação (1857-1858). Viveu dois anos no Porto e mais tarde mudou-se para Coimbra. Finalmente, fixou-se em Lisboa onde fundou em 1878, em parceria com Caetano Alberto e Guilherme de Azevedo, a revista Occidente, de que foi director artístico, e colaborou no jornal A Lanterna Mágica[3] (1875) bem como na revista A Arte Portuguesa [4] (1895).

Exerceu as funções de conservador do Museu de Belas Artes e foi professor de desenho no Instituto Industrial de Lisboa.

Para além de escritor dedicou-se à ilustração, tendo, entre outras ilustrado a tradução de Dom Quixote editada por Ricardo Augusto Pereira Guimarães, o 1.º visconde de Benalcanfor (1877).

Entre outras obras técnicas sobre pintura e restauro, publicou um Manual de Pintura[5] e Restauração de Quadros e Gravuras,[6] o primeiro livro sobre conservação e restauro de pintura publicado em Portugal.

Notas

  1. Manuel Macedo (1839-1915) : Ilustrador do Dom Quixote.
  2. No Traço de Manuel de Macedo.
  3. Álvaro de Matos (06 de Junho de 2014). «Ficha histórica: A Lanterna Mágica (1875).» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 20 de Junho de 2014.  Verifique data em: |data= (ajuda)
  4. Helena Roldão (17 de maio de 2016). «Ficha histórica:A arte portuguesa: revista de arqueologia e arte moderna(1895)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 30 de maio de 2017. 
  5. Manuel de Macedo, Manual de Pintura, Lisboa, Companhia Nacional Editora, 1898.
  6. Macedo, M., Restauração de Quadros e Gravuras, David Corazzi, Editor, Lisboa (1885).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]