Mary Weiss

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mary Weiss
Mary Weiss no Primavera Sound, 2008
Informação geral
Nascimento 28 de dezembro de 1948
Local de nascimento Queens, Nova Iorque
 Estados Unidos
Gênero(s) R&B e soul.
Ocupação(ões) Cantora
Instrumento(s) Vocais
Período em atividade 1963 - 1968 (Shangri-Las)
2006 - Presente (solo)
Gravadora(s) Red Bird Records
Mercury Records
Norton Records

Mary Weiss (Queens, 28 de dezembro de 1948) é uma cantora norte-americana conhecida principalmente por ter sido vocalista do grupo feminino The Shangri-Las na década de 1960.

O seu pai falaceu quando ela tinha seis anos e Weiss ficou sob a custódia da mãe. Enquanto crescia, ela desenvolveu o seu amor pela música e descobriu que gostava de cantar.[1] Weiss e a sua irmã, Betty, conheceram Marge e Mary Ann Ganser ainda no colegial e compartilharam com elas o amor pela música. Formaram o grupo The Shangri-Las nessa mesma época, e começaram a realizar pequenas apresentações em público. Numa delas, despertou o interesse de um produtor musical da editora discográfica Kama Sutra Records.[2] Mary tinha 15 anos quando assinou o seu primeiro contrato com uma gravadora.[3]

Em 1964, ela fez a sua primeira aparência no cenário musical norte-americano com as Shangri-Las. Mary lançou vários singles com o grupo, como "Remember (Walking in the Sand)" e "Leader of the Pack", que alcançaram posições elevadas nas tabelas musicais dos Estados Unidos e do Reino Unido, e obteve grande sucesso entre 1964 e 1966.[1] Porém, em 1967 as meninas começaram a perder a popularidade e em 1968 a banda separou-se.[4] Mary tinha dezoito anos quando isso aconteceu.[5]

Sendo assim, ela se mudou para São Francisco mas retornou a Manhattan tempos depois. Foi proibida de realizar gravações devido a complicações judicais, trabalhando então como secretária e cursando uma faculdade. Trabalhou no setor de arquitetura e depois no departamento de contabilidade de uma empresa de Nova Iorque. Mais tarde, começou a trabalhar no setor imobiliário. Casou-se pela primeira vez em 1974, casamento este que durou até 1988. Em 1977, Mary voltou a realizar shows, unindo-se à sua irmã, Betty, e a Marge Ganser, pois Mary Ann Ganser faleceu em 1970.[6] A produtora musical da banda nesse período foi a Sire Records. A sua última apresentação com o grupo foi em 1989.[1] Após esse período, Mary praticamente despareceu do cenário musical trabalhando em outras áreas.[5]

Casou-se novamente apenas anos mais tarde. Em 2001, foi consultora de imóveis, retornando ao cenário musical apenas em 2006, onde trabalha atualmente.[7] O seu primeiro álbum de estúdio em carreira solo, Dangerous Game,[8] foi lançado em 6 de março de 2007 e produzido por Greg Cartwright.[9] Para promovê-lo, a cantora lançou os singles "Stop And Think It Over"/"I Don't Want To Know" e "Don't Come Back"/"A Certain Guy".[10]

Referências

  1. a b c Allmusic. «Mary Weiss» (em inglês). Consultado em 28 de março de 2013 
  2. Red Bird. «The Story of The Shangri-Las». Consultado em 24 de Novembro de 2012 
  3. The Shangri-Las.com (site). «Marys new album...Lasteste Updates.!!! Norton records press release....March 2006» (em inglês). Consultado em 16 de abril de 2013 
  4. Allmusic. «The Shangri-Las» (em inglês). Consultado em 28 de março de 2013 
  5. a b Amazon.com. «Dangerous Game - Editorial Reviews» (em inglês). Consultado em 28 de março de 2013 
  6. Find A Grave. «Mary Ann Ganser». Consultado em 24 de Novembro de 2012 
  7. LOTI.com. «The Shangri-Las: Leaders of the Pack» (em inglês). Consultado em 24 de Novembro de 2012 
  8. Discogs. «Mary Weiss With Reigning Sound, The* ‎– Dangerous Game» (em inglês). Consultado em 28 de março de 2013 
  9. Allmusic. «Dangerous Game» (em inglês). Consultado em 28 de março de 2013 
  10. Discogs. «Mary Weiss - Singles & EP's» (em inglês). Consultado em 28 de março de 2013