Mehmed Talat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mehmed Talat
Nascimento 1 de setembro de 1874
Kardzhali
Morte 15 de março de 1921 (46 anos)
Berlim
Sepultamento Istambul
Cidadania Império Otomano
Ocupação político
Religião Islã

Mehmed Talat (em turco otomano: طلعت محمد; em turco: Mehmet Talât; 1874-1921), também conhecido como Talat Paxá (Talat Paşa; turco otomano: طلعت پاشا), foi um dos líderes do Comitê de União e Progresso que controlava o Império Otomano durante a Primeira Guerra Mundial[1]. Sua carreira na política otomana começou quando tornou-se deputado de Edirne em 1908, então ministro do Interior, e finalmente em 1917 grão-vizir.[1] Ele fugiu do império com Enver Paşa e Cemal Paşa, em 1918, e foi assassinado em Berlim em 1921, durante a operação Nêmesis, por Soghomon Tehlirian, um sobrevivente do Genocídio Armênio.[1]

Mehmed Talat, quando ministro do Interior, ordenou em 24 de abril de 1915, a prisão de líderes armênios em Constantinopla, e vigorou a Lei Tehcir de Maio de 1915 que iniciou o Genocídio [2][3][4] da população armênia do Império Otomano. .[5][6][7][8][9][10][11]

Referências

  1. a b c Sylvia Kedourie, S Tanvir Wasti (1996) Turkey: Identity, Democracy, Politics. ISBN 0714647187 page 96
  2. Akcam, Taner, A Shameful Act, (Holt & Co.:New York, 2006),165, 186-187.
  3. Ussher, Clarence, An American Physician in Turkey, (Boston: Houghton Mifflin Co.,1917),244.
  4. Hartunian, Abraham H.,Neither to Laugh nor to Weep,(Boston: Beacon Press, 1968), 62.
  5. «Cópia arquivada». Consultado em 16 de abril de 2006. Cópia arquivada em 16 de abril de 2006 
  6. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 11 de fevereiro de 2011. Arquivado do original (PDF) em 22 de abril de 2008 
  7. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 11 de fevereiro de 2011. Arquivado do original (PDF) em 21 de julho de 2011 
  8. Ferguson, Niall. The War of the World: Twentieth-Century Conflict and the Descent of the West. New York: Penguin Press, 2006 p. 177 ISBN 1-5942-0100-5
  9. Kiernan, Ben, Blood and Soil:Genocide and Extermination in World History from Carthage to Darfur,(Yale University Press, 2007), 414.
  10. Rosenbaum, Alan S., Is the Holocaust Unique?, (Westview Press, 2001), 122-123.
  11. Naimark, Norman, Fires of hatred, (Harvard University Press, 2001), 57.