Massacre de Adana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma rua no bairro cristão de Adana, fotografado em junho de 1909.
Uma cidade armênia pilhada e destruída durante o massacre de Adana.

O massacre de Adana ocorreu na Província de Adana, no Império Otomano, em abril de 1909. Um conflito étnico-religioso [1] na cidade de Adana no meio da reviravolta na parte governamental resultou em uma série de pogroms anti-armênios em todo o distrito. Relatórios estimam que os massacres na província de Adana resultaram em 15.000-30.000 mortes.[2][3][4][5]

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Creelman, James (August 22, 1909). «THE SLAUGHTER OF CHRISTIANS IN ASIA MINOR» The New York Times [S.l.] 
  2. Akcam, Taner. A Shameful Act. 2006, page 69–70: "fifteen to twenty thousand Armenians were killed"
  3. «30,000 KILLED IN MASSACRES» The New York Times [S.l.] April 25, 1909. 
  4. Century of Genocide: Eyewitness Accounts and Critical Views By Samuel. Totten, William S. Parsons, Israel W. Charny
  5. Walker, 1980, pp.182–88