Miguel Ángel Félix Gallardo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Miguel Ángel Félix Gallardo
Data de nascimento 8 de janeiro de 1946 (72 anos)
Local de nascimento Culiacán, Sinaloa, México
Nacionalidade(s) mexicano
Ocupação Chefe do Cartel de Guadalajara
Crime(s) Tráfico de drogas, homicídio
Pena 37 anos de prisão
Situação Preso
Afiliação(ões) Cartel de Guadalajara

Miguel Ángel Félix Gallardo (Culiacán, 8 de janeiro de 1946), também chamado de El Padrino ("O Padrinho"). Criou nos anos 1980 o Cartel de Guadalajara, sendo o primeiro barão do tráfico de drogas mexicano. Ele controlou quase todos os traficantes de drogas no México e na fronteira Estados Unidos-México.

Gallardo foi preso pelo assassinato do agente da DEA[1] (Departamento antidrogas dos Estados Unidos da América), agente Enrique Camarena, que foi torturado e morto em um dos ranchos de Gallardo.

Ele está preso, sentenciado a 37 anos de prisão[2] no presidio de segurança máxima, conhecido como Altiplano.

Referências

  1. «DEA Fugitives, Los Angeles Fugitives, FELIX-GALLARDO». 21 de dezembro de 2009. Consultado em 18 de novembro de 2018 
  2. «Pide Félix Gallardo cumplir sentencia en casa - Noroeste» (em espanhol)