Cartel de Sinaloa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Cartel de Sinaloa (espanhol: Cártel de Sinaloa ou CDS)[1] é um sindicato de tráfico de drogas baseado em Culiacán, Sinaloa,[2] com operações nos estados mexicanos de Baja California, Durango, Sonora e Chihuahua.[3][4]

O cartel é conhecido também como Guzmán-Loera Organization, Pacific Cartel, Federation e Blood Alliance.[5][6][7][8][9]

A organização foi fundada no final da década de 1980 por Joaquín Guzmán Loera, El Chapo, que começou sua carreira criminosa no Cartel de Guadalajara.[10] El Chapo se empreendeu nos estudos de rotas de tráfico para a criação e expansão de sua própria organização e é reconhecido por estudiosos como um gênio dos negócios.

O cartel opera em mais de 50 países, é a maior organização das Américas e ocupa a quinta posição dentre as maiores organizações criminosas do mundo.[11] O cartel é um dos mais fortemente armados e seu contingente também é composto por policiais e militares.[12] Possui ramificações em países da América do Sul, como Colômbia e Peru, onde também cultiva plantas psicotrópicas.[13] Sua receita líquida já supera a do antigo Cartel de Medellín em seu auge e arrecada cerca de 3 bilhões de dólares por ano.[14] É o maior fornecedor de cocaína no âmbito internacional.[15]

Ao contrário dos demais cartéis que impõem suas presenças pela violência, o Cartel de Sinaloa tem grande aceitação da comunidade em sua área de atuação em razão de realizar trabalhos comunitários para populações carentes e por subornar as autoridades locais.

A organização é conhecida por empregar como braço armado o grupo Los Antrax, considerado por especialistas como o esquadrão da morte mais brutal do mundo.[16]

Atualmente o cartel opera em forte aliança com o Cartel do Golfo contra as incursões de seus rivais Los Zetas, o Novo Cartel de Juárez e o Cartel de Jalisco Nova Geração.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Sinaloa Cartel Influence is Steadily Growing In Tijuana». Borderland Beat. 23 February 2011  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. «Mexico's Sinaloa gang grows empire, defies crackdown». Reuters. 19 January 2011. Consultado em 18 de setembro de 2011  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. Freeman, Laurie. State of Siege:Drug-Related Violence and Corruption in Mexico (PDF). [S.l.]: Woodrow Wilson International Center for Scholars. pp. 7, 13, 15 
  4. Bailey, John J.; Roy Godson (2000). Organized Crime and Democratic Governability: Mexico and the U.S.-Mexican Borderlands. [S.l.]: Univ of Pittsburgh Press. p. 146. ISBN 0-8229-5758-2 
  5. McCAUL, MICHAEL T. «A Line in the Sand: Confronting the Threat at the Southwest Border» (PDF). HOUSE COMMITTEE ON HOMELAND SECURITY. Consultado em 12 de outubro de 2011 
  6. «El Paso Times - Mexican Drug Cartels Strengthen Ties With US Gangs». Consultado em 9 de novembro de 2011 
  7. (em espanhol) «El cártel de Sinaloa, una alianza de sangre». El Universal. 30 July 2010. Consultado em 20 de junho de 2012  Verifique data em: |data= (ajuda)
  8. Rama, Anahi (7 April 2008). «Mexico blames Gulf cartel for surge in drug murders». Reuters. Consultado em 11 de abril de 2008  Verifique data em: |data= (ajuda)
  9. Carter, Sara A. (3 March 2009). «100,000 foot soldiers in Mexican cartels». The Washington Times. Consultado em 3 de março de 2009  Verifique data em: |data= (ajuda)
  10. http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/el-chapo-guzman-o-traficante-mais-poderoso-da-america-latina/n1237671764153.html
  11. «Conheça as cinco maiores organizações criminosas do mundo». Gazeta do Povo. plus.google.com/u/0/+gazetadopovo/. Consultado em 25 de outubro de 2015 
  12. https://noticias.terra.com.br/mundo/america-latina/violentos-e-milionarios-conheca-os-chefes-do-trafico-mexicano,9d09979fd9a2b310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html
  13. http://internacional.estadao.com.br/noticias/america-latina,conheca-os-principais-carteis-do-trafico-de-drogas-do-mexico,34402
  14. http://www.infobae.com/2013/03/29/1068917-el-cartel-sinaloa-recauda-al-menos-us-3000-millones-cada-ano/
  15. http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/carteis-mexico/carteis-mexico.shtml
  16. https://noticias.terra.com.br/mundo/america-latina/kim-kardashian-mexicana-teria-matado-varios-e-ostenta-arma,5161dd771e999410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikinotícias
O Wikinotícias tem uma ou mais notícias relacionadas com este artigo: Tourists evacuated following shootout between Mexican army and drug hitmen
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cartel de Sinaloa
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.