Elevador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Junho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura os elevadores sobre carris que sobem uma ladeira, veja Funicular.
Elevadores panorâmicos

Um elevador ou ascensor é um equipamento de transporte utilizado para mover bens ou pessoas verticalmente ou diagonalmente. O primeiro elevador foi construído em Roma no século I a.C., por um engenheiro chamado Vitrúvio. Neste mesmo modelo de elevador, o mecanismo era um sistema de transporte de carga vertical composto por um conjunto de roldanas movidas por força humana (muitas vezes escrava), animal, ou água.

Em 1853, o americano Elisha Graves Otis concebe o dispositivo de segurança que entra em ação no caso de os cabos se romperem.[1]

O primeiro elevador elétrico foi construído por Werner von Siemens em 1880[2] , sendo o Savoy Hotel o primeiro a possuir tal equipamento[3] .

Os elevadores mais rápidos do mundo estarão, a partir de 2016, no Guangzhou CTF Finance Centre, um arranha-céus em construção em Guangzhou, República Popular da China[4] : serão capazes de atingir 72,4 km/h, subindo do primeiro piso ao piso 95 em 43 segundos.[4]

No Brasil, o elevador mais antigo da cidade do Rio de Janeiro, no Castelo Mourisco, encontra-se na FIOCRUZ (Fundação Osvaldo Cruz).

Elementos de um elevador[editar | editar código-fonte]

De modo geral, um elevador comum é composto por 6 elementos básicos. São eles:

  • Casa de máquinas – Local onde são instalados os componentes e os equipamentos necessários ao funcionamento do elevador (máquina de tração, limitador de velocidade, e quadro de comando). Na maioria das vezes, a casa de máquinas quase sempre é construída na parte superior do edifício (o terraço, situado após o último andar). Com os avanços tecnológicos, existem alguns modelos mais modernos de elevador que dispensam a presença da casa de máquinas; nesses mesmos modelos, o motor fica apoiado nas guias (trilhos do elevador), e o quadro de comando é embutido ao lado da porta do primeiro ou do último pavimento (dependendo do fabricante);
  • Cabine – Compartimento onde ficam as pessoas ou a carga a ser transportada. No seu interior, quase sempre é informada a lotação máxima (número máximo de passageiros) ou o peso total (carga máxima permitida);
  • Contrapeso – Componente fundamental do sistema, o qual permite que a carga na cabine seja transportada e balanceada utilizando menos energia na operação; além de permitir o equilíbrio das cargas distribuídas por todo o equipamento, o contrapeso tem a função de reduzir a força necessária para se elevar a cabine, bem como proporcionar uma certa desaceleração da velocidade do elevador durante a descida. O contrapeso, para ser dimensionado corretamente, deve ter um peso correspondente a, no mínimo, 40% do peso da cabine e da capacidade máxima do elevador. Se, por exemplo, um elevador cheio (com a cabine totalmente lotada) pesar 1.000 kg, o contrapeso deverá pesar 400 kg;
  • Caixa ou caixa de corrida – Parte da edificação na qual a cabine se move (subindo ou descendo);
  • Patamar ou pavimento – Local para entrada ou saída de carga da cabine (ou para entrada e saída de passageiros);
  • Poço – Parte inferior da caixa de corrida onde ficam instalados dispositivos de segurança (pára–choques), para proteção de limite de percurso do elevador.

Tipos especiais de elevador[editar | editar código-fonte]

  • Elevador a vácuo – Equipamento usado em escritórios, clínicas, casas e, normalmente em apartamentos "duplex". Atende até 3 andares, é econômico, seguro, e prático;
  • Elevador transversal ou funicular;
  • Plataforma elevatória – Elevador formado por uma placa sem paredes, onde podem se colocar cargas para transportar entre diferentes níveis (normalmente em uma oficina);
  • Elevador de cozinha – Pequeno elevador que liga a cozinha ao refeitório, quando estes se situam a níveis diferentes, para transportar utensílios culinários (ou comida pronta a servir);
  • Elevador hidráulico – Movido por um pistão hidráulico, dispensa o contrapeso e se destaca por ser mais suave (e silencioso); porém, os modelos tradicionais são de até 3 andares.

Lista de elevadores ou ascensores públicos[editar | editar código-fonte]

Diversas cidades, normalmente com um terreno mais acentuado, têm elevadores públicos detidos por empresas de transportes.

Lisboa[editar | editar código-fonte]

Almada[editar | editar código-fonte]

Porto[editar | editar código-fonte]

Coimbra[editar | editar código-fonte]

São Martinho do Porto[editar | editar código-fonte]

Salvador[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikcionário Definições no Wikcionário
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons

Referências

  1. http://www.invent.org/hall_of_fame/115.html
  2. http://inventors.about.com/library/inventors/blelevator.htm
  3. Livro: O Homem de Constantinopla "O Savoy orgulha-se de possuir o primeiro elevador eléctrico do planeta." pag.: 301
  4. a b mashable.com. «World's Fastest Elevators Will Be a Smooth Ride to the Top». Consultado em 28 de abril de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Mecânica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.