Modulação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Animação mostrando a principal diferença entre a amplitude modulada e a frequência modulada.

Modulação é o processo de variação de altura (amplitude), de intensidade, frequência, do comprimento e/ou da fase de onda numa onda de transporte, que deforma uma das características de um sinal portador (amplitude, fase ou frequência) que varia proporcionalmente ao sinal modulador.

Telecomunicações[editar | editar código-fonte]

Em telecomunicações, a modulação é a modificação de um sinal eletromagnético inicialmente gerado, antes de ser irradiado, de forma que este transporte informação sobre uma onda portadora.

Modulação é o processo no qual a informação a transmitir numa comunicação é adicionada a ondas eletromagnéticas. O transmissor adiciona a informação numa onda especial de tal forma que poderá ser recuperada na outra parte através de um processo reverso chamado demodulação.

A maioria dos sinais, da forma como são fornecidos pelo transmissor, não podem ser enviados diretamente através dos canais de transmissão. Conseqüentemente, é necessário modificar esse sinal através de uma onda eletromagnética portadora, cujas propriedades são mais convenientes aos meios de transmissão. A modulação é a alteração sistemática de uma onda portadora de acordo com a mensagem (sinal modulante), e pode incluir também uma codificação.

É interessante notar que muitas formas de comunicação envolvem um processo de modulação, como a fala por exemplo. Quando uma pessoa fala, os movimentos da boca são realizados a taxas de freqüência baixas, na ordem dos 10 Hertz, não podendo a esta freqüência produzir ondas acústicas propagáveis. A transmissão da voz através do ar é conseguida pela geração de tons (ondas) portadores de alta frequência nas cordas vocais, modulando estes tons com as ações musculares da cavidade bucal. O que o ouvido interpreta como fala é, portanto, uma onda acústica modulada, similar, em muitos aspectos, a uma onda elétrica modulada.

O dispositivo que realiza a modulação é chamado modulador.

Basicamente, a modulação consiste em fazer com que um parâmetro da onda portadora mude de valor de acordo com a variação do sinal modulante, que é a informação que se deseja transmitir.

Dependendo do parâmetro sobre o qual se atue, temos os seguintes tipos de modulação:

Quando a OFDM é utilizada em conjunção com técnicas de codificação de canal, se denomina Modulação por divisão ortogonal de freqüência codificada (COFDM).

Também se empregam técnicas de modulação por pulsos, entre elas:

Quando o sinal modulador é um sinal digital, com um conjunto de símbolos digitais (p.ex, 0 ou 1), transmitidos (chaveados) em determinada velocidade de codificação (bauds), designa-se essas modulações, com uma transição abrupta de símbolos, por:

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Uma das técnicas pioneiras de modulação, onde o sinal da portadora é uma simples indicação de ligado-desligado, fundamentou a transmissão de mensagens através do código Morse por fios elétricos.
  • Os sinais analógicos de televisão têm modulação em amplitude para o sinal de vídeo e modulação em frequência para o áudio. Com o sinal digital a modulação é a mesma para vídeo e áudio.1
  • Algumas radioestrelas emitem modulações em freqüência e amplitude simultaneamente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências