Monte Royal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Parque de Monte Royal, e, no fundo, o Monte Royal.

O Monte Royal (em francês: Mont Royal) é um monte localizado dentro do Parque de Monte Royal. Ambos estão localizados logo ao norte do centro da cidade de Montreal, Quebec, Canadá.

O parque de Monte Royal possui uma área de mais de 200 hectares, e é uma das principais atrações turísticas da cidade. Parte do parque, bem como a panorâmica de Montreal, pode ser vista no filme The Whole Nine Yards.

Panorama de Montreal, vista do Monte Royal.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Topografia[editar | editar código-fonte]

A montanha possui três principais colinas: a Grosse Montagne ou colina Mont-Royal (234 m), a Outremont ou, como era conhecida pelos franceses durante o período colonial, Pão de açúcar (em francês: Pain de Sucre) (211 m) e a Petite Montagne ou monte Westmount (201 m)[1] .

Geologia[editar | editar código-fonte]

O Monte Royal se formou há 125 milhões de anos, com a subida do magma terreste. Este magma não saiu da superfície terrestre e ficou preso nas camadas mais superficiais. A colina apareceu com a erosão sedimentar das rochas, auxiliada pelo calor do magma retido.

História[editar | editar código-fonte]

No momento da sua segunda viagem em 1535, após ter sido preso em 7 de setembro em Quebec, Jacques Cartier subiu o rio Saint-Laurent até Hochelaga, atualmente a cidade de Montréal. Em 3 de outubro de 1535, ele foi recepcionado em Hochelaga e então subiu a montanha situada na proximidade da cidade, que ele mesmo a nomeou de Monte Royal, em homenagem ao rei France François 1º.[2]

Mapa de Hochelaga, com o Monte Royal à esquerda

Vinte e um anos mais tarde, em 1556, o livro do italiano Giovanni Battista Ramusio, Delle Navigationi et Viaggi, publicou um mapa de Cartier com a reprodução fiel das três colinas do Monte Royal[3] . Em 1541, Cartier volta à região e funda a colônia de Charlesbourg-Royal. No ano seguinte, o rei Roberval chega à Charlesbourg-Royal e a nomeia para France-Roy. Anos mais tarde, a ilha a qual o Monte Royal se localizava foi nomeada de Ilha do Monte Royal (em francês: Ile du Mont Royal), que, com o tempo foi sendo abreviado até Montréal, nome da cidade o qual se localiza.

No topo do monte, há uma cruz de metal de 1924, de 31,4m. Desde 1992 ela é iluminada por fibra ótica.

Em 2008, o Governo de Montréal organizou uma consulta pública sobre o futuro do monte, abordando temas como a proteção do espaço verde, espécies vegetais e animais, circulação de veículos e bicicletas e novas construções.[4]

Parque de Monte Royal[editar | editar código-fonte]

O Lac aux Castors, no parque Monte Royal

Após 350 anos da visita do explorador Jacques Cartier no Monte Royal, isto é, aproximadamente em 1875, a cidade de Montréal criou um espaço verde, o parque de Monte Royal, inaugurado em 24 de maio de 1876, dia da festa da rainha Victoria. O parque de Monte Royal constitui um dos espaços verdes mais importantes de Montréal[5] . Arborizado, este parque foi redecorado em 1876 por Frederick Law Olmsted, mesmo paisagista do Central Park, em Nova Iorque.

Ao redor do monte[editar | editar código-fonte]

Fora do parque, a montanha abriga alguns lugares públicos, como o cemitério Notre-Dame-des-Neiges et Mont-Royal, o oratório Saint-Joseph, a universidade McGill e a Université de Montréal, o hospital Royal Victoria e bairros residenciais como Westmount e Outremont.

Patrimônio[editar | editar código-fonte]

Desde 9 de março de 2005[6] , o Monte Royal é protegido por um decreto do Governo de Quebec[7] . Este decreto protege o território urbano e natural que se estende desde a base do monte até 4 km de leste a oeste e 2,2 km de norte a sul[8] .

Galeria de fotos[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Localisation | Le site officiel du Mont-Royal». www1.ville.montreal.qc.ca. Consultado em 2015-11-21. 
  2. «Ville de Montréal - Arrondissement de Mercier-Hochelaga-Maisonneuve - Historique d’Hochelaga-Maisonneuve». ville.montreal.qc.ca. Consultado em 2015-11-21. 
  3. Livre III, p. 446 et 447 [S.l.: s.n.] 
  4. «Ville de Montréal - Arrondissement Le Plateau-Mont-Royal - Assemblées publiques». ville.montreal.qc.ca. Consultado em 2015-11-21. 
  5. «montreal.com - mount royal park». www.montreal.com. Consultado em 2015-11-21. 
  6. «Decreto governamental» (PDF). 
  7. «Ville de Montréal - Bureau du mont Royal - Arrondissement historique et naturel». ville.montreal.qc.ca. Consultado em 2015-11-21. 
  8. «decreto Monte Royal (em francês)» (PDF).