Diptera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Mosca)
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaDiptera
Diptera1.jpg

Dípteros: a) Culex pipiens b) Nephrotoma pratensis c) Tabanus bovinus d) Haematopota pluvialis e) Bombylius major f) Volucella bombylans g) Gasterophilus nasalis h) Sarcophaga carnaria i) Calliphora vomitoria k) Borophaga incrassata l) Musca domestica m) Stomoxys calcitrans
Dípteros: a) Culex pipiens b) Nephrotoma pratensis c) Tabanus bovinus d) Haematopota pluvialis e) Bombylius major f) Volucella bombylans g) Gasterophilus nasalis h) Sarcophaga carnaria i) Calliphora vomitoria k) Borophaga incrassata l) Musca domestica m) Stomoxys calcitrans
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Hexapoda
Classe: Insecta
Subclasse: Pterygota
Infraclasse: Neoptera
Superordem: Endopterygota
Ordem: Diptera
Linnaeus, 1758
Subordens
Archidiptera

Nematocera
Brachycera

As moscas são um extenso grupo de [Insetos] da ordem Diptera (cujo nome deriva do grego δίπτερα; di = duas, ptera = asas). Os insetos desta ordem possuem um corpo com a cabeça, tórax e abdómen; a maioria distingue-se prontamente dos outros insetos alados por possuir apenas um par de asas desenvolvido, correspondente ao par anterior, tendo o par posterior atrofiado e transformado em pequenas estruturas clavadas denominadas balancins ou halteres, responsáveis pelo equilíbrio durante o voo. A Diptera é uma ordem enormíssima que engloba aproximadamente um milhão de espécies, incluindo os moscardos,[1][2] os mosquitos, as moscas-das-flores, entre outros, embora apenas cerca de 150.000 espécies tenham sido descritas. O primeiros dípteros conhecidos datam do Triássico Médio (há cerca de 240 milhões de anos), e disseminaram-se durante o Triássico Médio e Superior.[3]

As moscas têm uma cabeça móvel, com um grande par de olhos compostos por centenas de facetas sensíveis à luz individualmente, e aparelho bucal adaptado à perfuração e sucção (mosquitos, moscas pretas e moscas assassinas) ou, noutros grupos, dotados de probóscide para lamber ou sugar. Nenhuma mosca é capaz de morder ou mastigar. A combinação das asas confere-lhes uma grande capacidade de manobra durante o vôo, e as garras e almofadas nas suas patas permite-lhes que se adiram às superfícies lisas. O seu ciclo de vida é holometabólico, isto é, que passa por várias fases morfológicas, que no caso da mosca são quatro: ovo, larva, pupa e fase adulta; os ovos são depositados numa fonte de alimento larval e as larvas, sem quaisquer membros, crescem num ambiente protegido, muitas das vezes dentro da sua própria fonte alimentar. A pupa consiste numa cápsula resistente da qual o adulto emerge assim atingir todo o seu desenvolvimento; a maioria das moscas têm uma vida muito curta depois de alcançarem a fase adulta. Algumas espécies completam este ciclo em poucos dias e outras num ou dois meses.

Os dípteros constituem uma das principais ordens de insectos e fazem parte de quase todos os ecossistemas, em todos os habitats terrestres. As consequências da sua presença no meio ambiente e na sociedade humana são de extrema importância. As moscas são importantes polinizadores, estando atrás apenas das abelhas e seus parentes himenópteros. Acredita-se que as moscas estejam entre os primeiros polinizadores responsáveis pelo começo da polinização das plantas na história da evolução. As moscas-das-frutas são utilizadas como organismos-modelo na ciência. Em contrapartida, tal como os mosquitos são vetores da malária, do dengue, da febre do oeste do Nilo, da febre amarela, da encefalite e outras doenças infecciosas, e a mosca doméstica é responsável pela transmissão de várias doenças através contaminação dos alimentos em que pousam; causam significativas perdas na produção de frutas e outros vegetais. As moscas podem ser extremamente irritantes, especialmente em algumas partes do mundo onde existem a grande número, zumbindo e pousando-se sobre a pele ou sobre os olhos para picar ou obter fluidos. As mosca com maiores dimensões, como a mosca tsé-tsé e bicheiras causam significativos prejuízos económicos na indústria do gado.

As larvas de varejeiras, e outras larvas de dípteros costumam ser utilizadas na pesca como isco. As moscas servem também como alimento para animais carnívoros, como pássaros, rãs e outros répteis, morcegos, aranhas, e vários outros insectos. São também organismos muito importantes na reciclagem dos resíduos de origem animal e vegetal, um processo essencial para a permanência da vida na Terra. São também utilizadas em medicina na terapia de desbridamento de feridas para remoção do tecido necrosado.

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

A ordem Diptera pode ser dividida em duas sub-ordens (Mac Alpine, 1981): Nematocera e Brachycera. A sub-ordem Nematocera engloba os dípteros que possuem antenas com mais de seis segmentos livremente articulados, como os mosquitos (Culicidae), borrachudos (Simuliidae) e flebotomíneos (Psycodidae). A sub-ordem Brachycera reúne aqueles dípteros que possuem antenas com 3 a 5 segmentos, sendo que o último segmento pode ser anelado ou portar uma arista. Dentro de Brachycera e da infraordem Muscomorpha (Antiga sub-ordem Cyclorrapha), estão as famílias conhecidas como dípteros superiores ou dípteros muscóides.

Endopterygota



Megaloptera



Raphidioptera



Neuroptera




Coleoptera



 ?

Strepsiptera







Diptera



Mecoptera



Siphonaptera





Trichoptera



Lepidoptera






Hymenoptera





Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Order Diptera: Flies». BugGuide. Iowa State University. Consultado em 26 de Maio de 2016. 
  2. Comstock, John Henry (1949). An Introduction to Entomology Comstock Publishing [S.l.] p. 773. 
  3. Blagoderov, V. A.; Lukashevich, E. D.; Mostovski, M. B. (2002). «Order Diptera Linné, 1758. The true flies». In: Rasnitsyn, A. P.; Quicke, D. L. J. History of Insects Kluwer Academic Publishers [S.l.] ISBN 1-4020-0026-X. 
Wikispecies-logo.svg
A Wikispecies possui a ordem: Diptera
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Diptera


Ícone de esboço Este artigo sobre insetos, integrado no Projeto Artrópodes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.