Motorrad

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Motorrad: A Trilha da Morte
 Brasil
2018 •  cor •  92 min 
Direção Vicente Amorim
Produção Marcello Ludwig Maia
Andre Skaf
L.G. Tubaldini Jr
Argumento L.G. Tubaldini Jr
Roteiro Vicente Amorim
L.G. Bayão
L.G. Tubaldini Jr
Elenco Carla Salle
Guilherme Prates
Emilio Dantas
Juliana Lohmann
Pablo Sanábio
Género suspense, terror
Companhia(s) produtora(s) Filmland International
Distribuição Warner Bros. Pictures[1]
Lançamento 1 de Março de 2018
Idioma português

Motorrad: A Trilha da Morte é um filme brasileiro de 2018, com direção de Vicente Amorim, roteiro e a produção de LG Tubaldini Jr e André Skaf. O longa teve concept art de Danilo Beyruth, premiado quadrinista brasileiro, colaborador da editora Marvel.[2][3] O trailer do filme foi divulgado pela primeira vez na Comic Con Experience 2016,[4][5] no ano seguinte, o filme foi divulgado novamente no evento e teve destaque no estande da Warner Bros..[6] O elenco principal reúne Guilherme Prates e Emilio Dantas como os irmãos Hugo e Ricardo, e Carla Salle como a misteriosa motoqueira Paula.

Teve seu lançamento mundial no dia 17 de setembro de 2017 no Festival Internacional de Cinema de Toronto.[7]

O filme foi lançado nos cinemas brasileiros no dia 1 de março de 2018.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Um grupo de motoqueiros entra em território proibido e é seduzido a fazer uma trilha onde a beleza da paisagem vai sendo rapidamente substituída pelo medo e pela morte. Enfrentar o que os está caçando vai ser tão difícil quanto a convivência entre eles, marcada por sedução, violência e transformações.[5]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

A ideia original do filme era sobre um grupo de motoqueiros em uma trilha sendo atacados por outro grupo de motoqueiros, o argumento foi elaborado pelo produtor L.G. Tubaldini Jr,[8] dando origem a um roteiro de Vicente Amorim e L.G. Bayão, tendo concept art dos personagens do premiado quadrinhista Danilo Beyruth[2] e storyboards de Tarso Pizzorno.[9] O filme começou a ser rodado em agosto de 2016 ao longo de quase dois meses, sendo cinco semanas de filmagem na cidade de Passos, na Serra da Canastra, em Minas Gerais.[10]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.