Museu Smithsoniano de Arte Americana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Museu Smithsoniano de Arte Americana
Galeria de Lincoln
Tipo Museu de arte, Museu de Design/Têxtil, Museu patrimonial[1]
Inauguração 1829[2]
Visitantes 1.2 milhão (2013)[3]
Diretor Stephanie Stebich (desde abril de 2017)[4][5][6][7]
Curador Virginia M. Mecklenburg[8]
Nora Atkinson
Saisha Grayson
Melissa Ho
Eleanor Jones Harvey
John P. Jacob
Karen Lemmey
Crawford Alexander Mann III
Joanna Marsh
Sarah Newman
E. Carmen Ramos
Leslie Umberger
Website americanart.si.edu
Geografia
Localidade 8th & F Streets NW, Washington, D.C.[9]

O Museu Smithsoniano de Arte Americana (em inglês: Smithsonian American Art Museum, vulgarmente conhecido como SAAM, e anteriormente National Museum of American Art) é um museu de Washington, D.C., parte da Smithsonian Institution. Juntamente com seu museu filial, a Galeria Renwick, a SAAM mantém uma das maiores e mais inclusivas coleções de arte do mundo, desde o período colonial até o presente, feitas nos Estados Unidos. O museu tem mais de sete mil artistas representados na coleção. A maioria das exposições ocorre no edifício principal do museu, o antigo Escritório de Patentes (compartilhado com a National Portrait Gallery), enquanto exposições focadas em artesanato são mostradas na Galeria Renwick.

O museu fornece recursos eletrônicos para escolas e público através de seu programa nacional de educação. Ele mantém sete bancos de dados de pesquisa on-line com mais de quinhentos mil registros, incluindo os Inventários de Pintura e Escultura Americanas, que documentam mais de quatrocentas mil obras de arte em coleções públicas e privadas em todo o mundo. Desde 1951, o museu mantém um programa de exposições itinerantes; a partir de 2013, mais de 2,5 milhões de visitantes assistiram às exposições.

História[editar | editar código-fonte]

O Museu Smithsoniano de Arte Americana teve muitos nomes ao longo dos anos — Coleção Smithsoniana de Arte, Galeria Nacional de Arte (que não deve ser confundida com a atual Galeria Nacional de Arte), Coleção Nacional de Belas Artes e Museu Nacional de Arte Americana.[10] O museu adotou seu nome atual em outubro de 2000.[11]

Referências

  1. «Smithsonian American Art Museum: About». ARTINFO. 2008. Consultado em 30 de julho de 2008 
  2. «Museum History». Smithsonian Institution. Consultado em 11 de maio de 2014. Arquivado do original em 20 de agosto de 2014 
  3. «Smithsonian American Art Museum Fact Sheet, February 2014». Smithsonian Institution. Consultado em 11 de maio de 2014 
  4. Durón, Maximilíano (24 de janeiro de 2017). «Smithsonian American Art Museum Names Stephanie Stebich Director». ARTnews. Consultado em 28 de março de 2017 
  5. McGlone, Peggy (24 de janeiro de 2017). «Smithsonian American Art appoints Tacoma Art Museum director». The Washington Post (em inglês). ISSN 0190-8286. Consultado em 3 de maio de 2017 
  6. «Smithsonian American Art Museum Staff Bios». Smithsonian Institution. Consultado em 31 de dezembro de 2009 
  7. Neary, Lynn (13 de abril de 2006). «D.C. Museums Near End of Pricey Facelift». All Things Considered. NPR. Consultado em 2 de abril de 2013 
  8. «Smithsonian American Art Museum Staff Bios». Smithsonian Institution. Consultado em 28 de março de 2017 
  9. Calos, Katherine. «Heads will turn». Times-Dispatch 
  10. «Through a Glass More Clearly». Architecture DC 
  11. sysadmin (5 de agosto de 2015). «National Museum of American Art (NMAA) renamed Smithsonian American Art Museum (SAAM), October 27, 2000» (em inglês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]