Narcio Rodrigues

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde junho de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético.
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{ER|6|2=~~~~}}, regra nº 6 da eliminação rápida.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde setembro de 2013). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.


Narcio Rodrigues
Secretária de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
Período 1 de Janeiro de 2011
até atualidade
Deputado federal por Minas Gerais
Período 1º. 22 de dezembro de 1995
até 2 de Abril de 1998
2º. 1 de fevereiro de 1999
até 31 de janeiro de 2003
3º. 1 de fevereiro de 2003
até 31 de janeiro de 2007
4º. 1 de fevereiro de 2007
até 31 de janeiro de 2011
5º. 1 de fevereiro de 2011
até atualidade (licenciado)
Dados pessoais
Nome completo Narcio Rodrigues da Silveira
Nascimento 23 de abril de 1959 (60 anos)
Frutal, MG, Brasil
Progenitores Mãe: Silvia Rodrigues
Pai: Tião Rodrigues
Cônjuge Thayse
Website narcio.com.br

Narcio Rodrigues da Silveira (Frutal, 23 de Abril de 1959) é um jornalista e político brasileiro filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).[carece de fontes?] Foi secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado de Minas Gerais, durante o governo de Antonio Anastasia. Também foi presidente estadual do PSDB/MG e deputado federal, por cinco mandatos.[1]

Mandatos como Deputado[editar | editar código-fonte]

Em 1994, Narcio se despediu das redações após ser eleito Deputado Federal.[2]

Dentro da Câmara, ele dava início a uma amizade e aliança que o acompanhariam até hoje. Nárcio se aliou ao então deputado federal Aécio Neves.[3]

Em Brasília, um dos pontos altos da trajetória de Narcio Rodrigues, sem dúvida, foi sua escolha como vice-presidente da Câmara Federal em 2007.[4] Foi neste cargo que Narcio presidiu, a polêmica sessão do Congresso Nacional que aprovou a LDO - Lei de Diretrizes Orçamentárias, apaziguando pressões políticas tanto da situação quanto da oposição.[5]

Eleição de 1994 - 1º Suplente[editar | editar código-fonte]

Narcio Rodrigues obteve 27.732 votos em sua primeira eleição, sendo eleito 1º Suplente de sua coligação. Exerceu, como Suplente, o mandato de Deputado Federal na legislatura 1995-1999, de 22 de dezembro de 1995 a 4 de junho de 1996, de 12 de agosto de 1996 a 3 de fevereiro de 1997, e de 7 de fevereiro de 1997 a 2 de abril de 1998.[6]

Eleição de 1998[editar | editar código-fonte]

Em 1998, Narcio foi reeleito com 67.291. Durante o mandato foi o Coordenador da Bancada Federal do PSDB[7], e foi eleito Vice-Presidente do Diretório Estadual da legenda, ainda durante este mandato foi eleito 1º Vice-Líder do PSDB na Câmara(2001/2002) e entre outros cargos, foi presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática.[8]

Eleição de 2002[editar | editar código-fonte]

Na eleição de 2002, teve 142 mil votos, tornando-se o Deputado Federal mais votado da história do Triângulo Mineiro.[9] Na Câmara foi coordenador da bancada mineira, além de ter sido eleito em 2004 o Vice Líder do PSDB no Congresso. Ainda em 2004 foi eleito pela primeira vez Presidente Estadual do PSDB de Minas Gerais (2004/2006).

Eleição de 2006[editar | editar código-fonte]

Em 2006 é reeleito Presidente Estadual do PSDB de Minas Gerais (2006/2007)(fato inédito da história do partido) e nas eleições obteve 152.075 sendo o 3º Deputado mais votado de Minas Gerais.[10] Em 2007, Narcio foi eleito Vice-Presidente do Congresso Nacional, foi neste cargo que Narcio presidiu a polêmica sessão do Congresso Nacional que aprovou a LDO - Leo de Diretrizes Orçamentárias, apaziguando pressões políticas tanto de governistas quanto da oposição. Foi eleito durante 3 anos para a lista dos parlamentares mais influentes do Congresso, elaborada anualmente pelo DIAP - Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar.[11] Em 2009, Narcio retornou a Presidência Estadual do PSDB de Minas Gerais (2009/2011) e até hoje é o único a presidir durante 3 mandatos o diretório mineiro da legenda.

Eleição de 2010[editar | editar código-fonte]

A última eleição enfrentada por Narcio foi em 2010. Narcio ainda teve uma importante papel na eleição de Antônio Anastasia, atuando como um dos coordenadores de sua campanha.[12]

PSDB de Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Os anos da presidência de Narcio no PSDB (2004/2006, 2006/2007, 2009/2011) foram marcados pelo crescimento e consolidação do partido no Estado. Os tucanos promoveram uma rápida interiorização, chegando a todas as regiões. Sua sede se transformou em palco para discussões importantes sobre temas de interesse nacional Comissões provisórias e diretórios do partido foram reorganizados ou abertos, em 828 municípios.[13]

Foi sob sua batuta precisa que o PSDB ganhou uma das melhores estruturas partidárias de Minas e do país. Narcio equipou e informatizou a nova sede, criando ainda o departamento de comunicação, com direito a estúdio para gravação de programas de rádio que foram levados a toda Minas Gerais.

Com o incentivo constante de Narcio, as mulheres tucanas deram exemplo de garra e disposição, e em pouco mais de um ano, instalaram o PSDB – Mulher em 59 municípios, registrando um crescimento de mais de 2000%.

Os Jovens do PSDB mineiro não ficaram atrás, e superando todas as dificuldades, conseguiram abrir representações em 300 municípios e eleger 203 vereadores jovens.

UNESCO - HidroEx[editar | editar código-fonte]

Há mais de 10 anos, quando a questão das mudanças climáticas e seus efeitos sobre os recursos hídricos do planeta nem eram cogitados, Narcio já percorria a Europa em busca de apoios e parcerias para aquele que se transformaria no maior projeto ambiental do Brasil e da América Latina: o Unesco-HidroEx. Era então somente um brasileiro, com um projeto na mão e um grande sonho em mente.[14]

A cada vez que retornava, trazia parcerias de peso, como a que firmou com personalidades como Mikhail Gorbachev, ex-presidente da União Soviética e presidente da Green Cross Internacional, Irina Bokova, presidente da Unesco, e Francine Cousteau presidente da Fundação Jacques Cousteau. Foi nesta época que apresentou a proposta de um Parlamento Mundial de Águas durante o Fórum Mundial de Águas em Istambul.

Em 2008, Narcio viu seu projeto ser encampado pelo Governo de Minas. Um decreto publicado no Diário Oficial de Minas Gerais criava oficialmente o HidroEx com sede em Frutal, no Triângulo. No ano seguinte, uma nova vitória: a Unesco aprovava o Hidroex em Assembléia Geral que reuniu todos os 183 países membros da organização. A instituição passou a se chamar Unesco-Hidroex.[15]

Mas logo, Narcio já projetava algo de muito maior abrangência: a Cidade das Águas, um complexo que absorvia não só o Unesco Hidroex como ampliava o conceito de educação e pesquisa em águas reunindo instituições estaduais, federais e privadas, nacionais e internacionais, em um mesmo ambiente de convivência e interatividade. Neste momento, já estavam juntos os Governos Federal e Estadual com projeção de investir um total de R$ 130 milhões no projeto.[16]

Graças ao UNESCO-HidroEx, as águas de todo o Brasil, da América Latina e dos Países de Língua Portuguesa tinham agora uma instituição para trabalhar pela sua preservação, formando líderes mundiais em gestão de recursos hídricos.

Secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Em 2011, um outro desafio se apresentou para Narcio Rodrigues. Um convite do Governador Anastasia para assumir a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o trouxe novamente para sua Minas Gerais.[17]

Em menos de dois anos Narcio transformou Belo Horizonte na capital da inovação e tecnologia, criando complexos como o BH Tec, e a Cidade da Ciência e do Conhecimento, que reúne as instituições públicas do setor. A Rede de Inovação Tecnológica está espalhando Parques e Polos de Excelência Tecnológica por todo o Estado.[18]

Narcio aproveitou a estrutura física dos CVTs para implantar a UAITEC, um programa gratuito de educação superior à distância que está mudando a realidade educacional do Estado e abrindo novas possibilidades de qualificação. O objetivo é que esta rede chegue a atingir 200 cidades com população superior a 20 mil habitantes.[19]

O ensino superior em Minas também se prepara para uma grande conquista que é a estadualização da UEMG - Universidade do Estado de Minas Gerais com a incorporação de seis associadas que ainda não pertencem à rede UEMG de Ensino.[20] Esta é uma luta antiga de Narcio Rodrigues que conseguiu de Anastasia ainda durante sua campanha para governador, o compromisso de incorporar as Fundações de Campanha, Carangola, Diamantina, Divinópolis, Ituiutaba e Passos. Compromisso que está sendo cumprido agora.

Prisão[editar | editar código-fonte]

Em 30 de maio de 2016, Nárcio Rodrigues foi preso na Operação Aequalis, comandada pelo Grupo Especial de Promotores de Defesa do Patrimônio Público do Ministério Público em Minas Gerais, e conduzida pela Polícia Militar de Minas Gerais e pela Polícia Federal.[21]

A acusação é a de envolvimento num esquema que teria desviado catorze milhões de reais da SECTES quando era Secretário da pasta.[1][22] O esquema teria utilizado contratos relacionados à construção do Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas, o "Hidroex", para captar recursos ilícitos para campanhas eleitorais do PSDB em 2012 e 2014.[22]

Referências

  1. a b Redação do G1MG e do MGTV, 2.ª edição (3 de junho de 2016). «Justiça mantém ex-secretário de Anastasia e mais 5 presos em MG». Consultado em 20 de julho de 2016 
  2. "eleição 1994". disponível em <http://consulta.almg.gov.br/consulte/eleicoes/internano=1994&descEleicao=Deputado+Federal:+Candidatos+mais+Votados&tpEleicao=estaduais&cargo=deputado_federal&turno=1&pce=dep_fed_cand_mais_votados&pParams=&monta=true&run=true>. Acesso em 27/06/2013
  3. "Parceria Aécio Neves". disponível em <http://blogdoadrianofaria.wordpress.com/2009/11/26/convocado-por-aecio-narcio-volta-ao-comando-do-psdb-mg/>. Acesso em 27/06/2013
  4. "Vice Presidente Congresso". disponível em <http://www.psdb.org.br/narcio-rodrigues-e-eleito-1%C2%BA-vice-presidente-da-camara/>. Acesso em 27/06/2013
  5. "votação LDO". disponível em <http://acertodecontas.blog.br/atualidades/narcio-rodrigues-vai-presidir-votacao-da-ldo/>. Acesso em 27/06/2013
  6. "suplencia". disponível em <http://www.camara.gov.br/Internet/Deputado/DepNovos_Detalhe.asp?id=98973&leg=53>. Acesso em 27/06/2013
  7. "Coordenador de bancada". disponível em <http://www.acessa.com/arquivo/especiais/1998/Eleicoes_98/#federal>. Acesso em 27/06/2013
  8. "Comissão Ciência". disponível em <http://www1.serpro.gov.br/publicacoes/tema/161/materia01.htm>. Acesso em 27/06/2013
  9. "apuração 2002". disponível em <http://eleicoes.uol.com.br/2002/resultados/1turno/MGestadual.jhtm>. Acesso em 27/06/2013
  10. "apuração 2006". disponível em <http://g1.globo.com/Noticias/Eleicoes2006/0,,AUA0-6294-6,00.html>. Acesso em 27/06/2013
  11. "DIAP". disponível em <http://www.psdb.org.br/psdb-tem-16-na-lista-dos-mais-influentes-do-congresso/>. Acesso em 27/06/2013
  12. "apuração 2010". disponível em <http://placar.eleicoes.uol.com.br/2010/1turno/mg/>. Acesso em 27/06/2013
  13. "Presidente PSDB". disponível em <http://narcio.com.br/quem-e/>. Acesso em 27/06/2013
  14. "Criação HidroEx". disponível em <http://www.psdb-mg.org.br/biografias/narcio-rodrigues-nao-esta-em-exercicio>. Acesso em 27/06/2013
  15. "Unesco HidroEx". disponível em <http://www.hidroex.mg.gov.br/>. Acesso em 27/06/2013
  16. "Cidade das Aguas". disponível em <http://www.revistaecologico.com.br/materia.php?id=36&secao=159&mat=182>. Acesso em 27/06/2013
  17. "Secretariado MG". disponível em <http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2010/12/anastasia-anuncia-novos-secretarios-de-minas-gerais.html>. Acesso em 27/06/2013
  18. "BH Tec". disponível em <http://turmadochapeu.com.br/bh-tec-inovacao/>. Acesso em 27/06/2013
  19. "UAITec". disponível em <http://narcio.com.br/idealizada-por-narcio-uaitec-avanca-em-minas/>. Acesso em 27/06/2013
  20. "uemg". disponível em <http://www.tecnologia.mg.gov.br/noticia.php?idNoticia=984>. Acesso em 27/06/2013
  21. «Operação da PM e do MP prende ex-deputado em BH - Politica - Estado de Minas». www.em.com.br. Consultado em 30 de maio de 2016 
  22. a b Alessi, Gil (31 de maio de 2016). «Ex-presidente do PSDB de Minas Gerais ligado a Anastasia é detido». A Crise Política no Brasil. El País. Consultado em 20 de novembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]