Saltar para o conteúdo

Polícia Militar do Estado de Minas Gerais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Polícia Militar de Minas Gerais

Brasão da PMMG
País  Brasil
Estado  Minas Gerais
Corporação Polícia Militar
Subordinação Governador do Estado de Minas Gerais
Missão Segurança Pública
Denominação PMMG
Sigla PMMG
Criação 9 de junho de 1775 (249 anos)
Patrono Alferes Joaquim José da Silva Xavier - Tiradentes
Marcha Canção da PMMG
Lema Nossa profissão, sua vida
Cores Azul-blau, Vermelho-Goles e Amarelo-ouro.
História
Guerras/batalhas Guerra do Paraguai
Revolução de 1930
Revolução de 1932
Logística
Efetivo c.36 820 militares (2022)[1][2]
Comando
Comandante-Geral Cel QOPM Rodrigo Sousa Rodrigues[3]
Sede
Sede do Comando-Geral Belo Horizonte, MG
Página oficial «Página oficial» 

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) tem por função primordial o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública no estado brasileiro de Minas Gerais.

No Brasil, são denominadas de polícias militares as forças de segurança pública das unidades federativas e do Distrito Federal que têm por função primordial a realização do policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública em atendimento as disposições do artigo 144 da Constituição da República Federativa do Brasil, de 1988. Subordinam-se aos Governadores dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios.

Segundo o texto constitucional as Forças Militares Estaduais são forças auxiliares e reserva do Exército Brasileiro e integram o sistema de segurança pública. Os seus integrantes são denominados de militares dos Estados e do Distrito Federal (art. 42 da CRFB), assim como os membros do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Minas Gerais.

Dragões da Inconfidência[editar | editar código-fonte]

Os Dragões da Inconfidência são o grupamento de honra da Polícia Militar de Minas Gerais existente desde a época imperial, sendo a primeira guarda paga de Minas Gerais.[4] Os Dragões foram criados em 9 de junho de 1775, dando origem ao que hoje é a Polícia Militar de Minas Gerais. Presentes em solenidades do Estado de Minas Gerais, como a cerimônia de posse do Governador e dos Deputados Estaduais, resgatam a história da Cavalaria Paga que circulava pela Estrada Real no tempo em que o ouro e pedras preciosas eram transportados em lombos de burros.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2022» (PDF). Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Anuário Brasileiro de Segurança Pública (16): 462, 512, 513. 2022. ISSN 1983-7364. Consultado em 7 de dezembro de 2022 
  2. «PM MG estuda realizar concursos regulares, diz comandante». Folha Dirigida. 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de dezembro de 2022 
  3. «Coronel Rodrigo é o novo comandante-geral da Polícia Militar de Minas». Jornal Estado de Minas. 2 de junho de 2020. Consultado em 12 de janeiro de 2021 
  4. «Posse dos deputados da 17a Legislatura será na terça-feira». Zona da Mata MG. 31 de janeiro de 2011. Consultado em 26 de março de 2011 
  5. «Seguindo pelos caminhos dos tropeiros». Jornale. 22 de março de 2011. Consultado em 26 de março de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.