Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Corpo de Bombeiros Militar
do Estado de Mato Grosso
País  Brasil
Estado  Mato Grosso
Corporação Bombeiro Militar
Subordinação Secretaria Estadual de Segurança Pública
Sigla CBMMT
Criação 1964
Aniversários 19 de agosto
Patrono Imperador D.Pedro II
Marcha Canção Soldado do Fogo
Lema Vidas Alheias Riquezas Salvar
Logística
Efetivo Efetivo existente - 1331 BMs

Efetivo previsto - 3980 BMs, conforme previsto na Lei Complementar Nº 598, de 17 de Novembro de 2017)

Comando
Comandante-geral "ALESSANDRO" BORGES FERREIRA
Comandante-Adjunto "RICARDO" ANTONIO BEZERRA COSTA
Sede
Comando Geral Cuiabá
Página oficial Página oficial

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso (CBMMT) é uma Corporação cuja missão primordial consiste na execução de atividades de defesa civil, prevenção e combate a incêndios, buscas, salvamentos e socorros públicos no âmbito do estado de Mato Grosso.

Ele é Força Auxiliar e Reserva do Exército Brasileiro, e integra o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social do Brasil. Seus integrantes são denominados Militares dos Estados pela Constituição Federal de 1988, assim como os membros da Polícia Militar do Estado do Mato Grosso.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O serviço de combate a incêndios de Mato Grosso foi criado anexo à estrutura da Polícia Militar estadual, em 19 de agosto de 1964,[1] sob a denominação de Companhia Independente de Bombeiros.

O efetivo era constituído por quarenta e dois militares, tendo por primeiro comandante o então Segundo Tenente Amilton Sá Corrêa, formado pelo Corpo de Bombeiros da Polícia Militar de São Paulo, em 1966.

Em 1975 uma área de 10.189,28m2, na Avenida Agrícola Paes de Barros com a Rua 9, foi desapropriada, declarada como de utilidade pública, para a construção de Quartel do Corpo de Bombeiros[2]

Em 1994[3] a Corporação desvinculou-se da Polícia Militar, passando a usufruir de autonomia administrativa e financeira, subordinando-se diretamente à Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública.

Estrutura Operacional[editar | editar código-fonte]

  • Comando Regional Bombeiro Militar I - Cuiabá;
  • Comando Regional Bombeiro Militar II - Rondonópolis;
  • Comando Regional Bombeiro Militar III - Sinop;
  • Comando Regional Bombeiro Militar IV - Barra do Garças;
  • Comando Regional Bombeiro Militar V - Cáceres;
  • Comando Regional Bombeiro Militar VI - Tangará da Serra;
  • Comando Regional Bombeiro Militar VII - Alta Floresta;
  • BEA - Batalhão de Emergências Ambientais - Cuiabá;

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Lei n° 2.184, de 19 de agosto de 1964 - Diário Oficial do Estado de 25 agosto 1964.
  2. Decreto Estadual de 30 de Maio de 1975.
  3. Decreto n° 4.795, de 05 de julho de 1994.
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.