Polícia Militar de Mato Grosso do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde junho de 2010). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Polícia Militar de Mato Grosso do Sul
Brasão PMMS.PNG
Brasão da PMMS[1]
País  Brasil
 Mato Grosso do Sul
Subordinação Secretaria Estadual de Segurança
Missão Polícia Militar
Sigla PMMS
Criação 5 de setembro de 1835
Marcha Canção da PMMS
História
Guerras/batalhas Guerra do Paraguai
Revolução de 1924
Revolução de 1930
Revolução de 1932
Sede
Guarnição Campo Grande

A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul ( PMMS ) tem por função primordial o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública no Estado do Mato Grosso do Sul. Ela é Força Auxiliar e Reserva do Exército Brasileiro, e integra o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social do Brasil.

Seus integrantes são denominados Militares dos Estados,[2] assim como os membros do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso do Sul.

História[editar | editar código-fonte]

A PMMS foi criada em 5 de setembro de 1835, com a denominação de Homens do Mato.

Recebeu a atual designação de Polícia Militar, em 1947.[3] Com o desmembramento do Estado em 1977,[4] passou a denominar-se Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul.

Brasão de Armas[editar | editar código-fonte]

O Brasão de Armas da PMMS é representado por um escudo de tipo peninsular ou flamengo, com uma bordadura em metal prata, e está dividido de forma que o terço superior ocupe o chefe e os dois terços restantes, a faixa e campanha. Em chefe, a parte mais nobre do escudo, em azul (blau); na destra duas pistolas cruzadas em ouro, símbolo das Polícias Militares. Abaixo dessa alegoria, ao centro do campo verde (sinople) que ocupa os dois terços inferiores do escudo, o braço de um Bandeirante em metal prata; empunhando um machado com uma bandeira com a cruz de Cristo, que simboliza a intrepidez e bravura dos ancestrais sul-matogrossenses.

Encimando o escudo, como adorno, a figura altiva de uma onça pintada passante, estilizada heraldicamente, com a cabeça voltada para a destra, representante legítima de nossa fauna exuberante.

Todo conjunto está circundado por uma grinalda com um ramo de café frutificado à destra e outro erva-mate florido à sinistra, representativos de duas culturas das mais significativas, tanto pelo seu valor histórico como pela sua importância para a economia do Estado. Sobre a grinalda, um listel de pontas bipartidas em azul (blau), com as inscrições “MATO GROSSO DO SUL” e “POLÍCIA MILITAR”, em letras brancas.

As cores adotadas no Brasão de Armas tem o seguinte significado heráldico:

  • O ouro, além de simbolizar a glória, a grandeza e o mando, lembra as riquezas minerais do solo, de vital importância para o desenvolvimento econômico do Estado;
  • A prata traduz a bondade, a pureza e a vitória, qualidades inerentes àos sentimentos nobres;
  • O verde (sinople), além de representar as pastagens e matas, é a cor heráldica representativa da esperança, da , da amizade e do respeito;
  • O azul (blau), não somente expressa a cor do céu que cobre o Estado, como traduz sabedoria, justiça, lealdade e caridade.

O escudo tem as proporções de sete módulos de largura por oito módulos da altura; contendo uma bordadura de dois décimos de módulo de largura. Está dividido em três partes: com altura de dois módulos, de modo a ressaltar o primeiro terço em chefe, e os dois terços restantes com quatro módulos, compreendidos pela faixa e pela campanha. As pistolas cruzadas colocadas na destra do chefe têm dois módulos de largura por um módulo e meio de altura. O braço do bandeirante tem três módulos e meio de comprimento e três módulos de altura; a bandeira um módulo de altura por dois módulo de largura. O listel possui três quartos de módulo de largura.

Estrutura Operacional[editar | editar código-fonte]

A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul está organizada operacionalmente em Batalhões de Polícia Militar (BPM), distribuídos em 16 Comandos Regionais (CRs) e Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPM), estes divididos em 4 comandos. Há ainda os Comando Especializados (CESP), além de grupos integrados com outras forças de segurança ligados diretamente à Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) e outros órgãos como o GAECO do Ministério Público (MP).

Diretoria[editar | editar código-fonte]

  • Comando-geral
    • Comando de Policiamento Metropolitano - CPM
    • Comando de Policiamento do Interior - CPI
    • Diretoria de Pessoal - DP
    • Diretoria de Apoio Logístico - DAL
    • Ajudância Geral - AJG
    • Seção de Legislação - PM1
    • Seção de Ensino e Instrução - PM3
    • Estatística da PM3
    • Diretoria de Sistema e Gestão da informação - DSGI
    • Assessoria de Comunicação Social - PM5
  • Corregedoria
    • Cartório da Corregedoria
  • Policlínica

Unidades especializadas[editar | editar código-fonte]

  • EIPMMont - Esquadrão Independente de Polícia Militar Montada - Campo Grande
  • BPTran – Batalhão de Polícia Militar de Trânsito - Campo Grande
  • BOPE - Batalhão de Operações Especiais - Campo Grande
  • BPChq - Batalhão de Polícia Militar de Choque - Campo Grande
  • CFAP - Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças - Campo Grande
  • CIOPS - Centro Integrado de Operações de Segurança - Campo Grande
  • CIPMGdaE – Companhia Independente de Polícia Militar de Guarda e Escolta - Campo Grande
  • COB - Comando de Operações do Bolsão – Cassilândia
  • ROTAI – Rondas Ofensivas Táticas do Interior - Aquidauana

Unidades regionais [5][editar | editar código-fonte]

Comandos regionais[editar | editar código-fonte]

Companhias independentes[editar | editar código-fonte]

Projetos sociais[editar | editar código-fonte]

  • Banda de Música Mirim
  • Equoterapia
  • FAF - Fundo de Assistência Feminina
  • Florestinha

Notas e referências

  1. Brasão instituído pelo Decreto n° 308, de 22 de outubro de 1979 - Publicado no Diário Oficial n° 211, de 01 de outubro de 1979.
  2. Artigo 42 da Constituição de 1988.
  3. Decreto n° 337, de 25 de julho de 1.947.
  4. Lei Complementar n° 31, de 11 de outubro de 1977.
  5. Conforme lista telefonica da PMMT.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal
A Wikipédia possui o
Portal da Segurança do Brasil
Ícone de esboço Este artigo sobre Polícia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.