Colégio Tiradentes da Polícia Militar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
CTPMMG
Colégio Tiradentes da PMMG
Tipo Público
Fundação 10 de novembro de 1949 (67 anos)
Localização Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil
Unidades 21
Cursos oferecidos ensino fundamental, ensino médio
Comandante Ten Cel.Ronilson Edelvan de Sales Caldeira
Cores Azul marinho brilhante, Ouro e Vermelho
Afiliações Estado de Minas Gerais e Polícia Militar de Minas Gerais
Página oficial CTPM

O Colégio Tiradentes da Polícia Militar é uma instituição militar de ensino pública localizada em varias cidades do estado que é considerada Estadual, devido à PMMG fazer parte do estado.

História[editar | editar código-fonte]

Em 16 de março de 1949, ingressou na Polícia Militar de Minas Gerais, na cidade de Barbacena, como soldado, o Coronel QOR Argentino Madeira. À época observara que nenhum integrante da Polícia Militar estudava no Colégio Estadual de sua cidade, que abrigava somente as elites locais. Incomodava também ao jovem militar, o baixo nível cultural dos instrutores, mesmo quando a instrução era especificamente militar.

Em 1978, após concluir o Curso de Formação de Oficiais, o aspirante Argentino Madeira retornou a Barbacena e fundou no 9º BPM a Escola Regimental, onde ministrava aulas. Ainda em 1946, já transferido para Belo Horizonte e servindo no EMPM, se matriculou na Faculdade de geografia. Neste período a idéia de criação de um ginásio destinado aos servidores da PM e seus dependente começou a tomar consistência, embora muito combatida. Mas o Tenente Argentino Madeira contava com o apoio de vários oficiais da PM, dentre eles Manoel de Almeida, José Gonçalves, Waldir Fourreaux e Jacinto do Amaral. Com promulgação da Lei Nº. 480, de 10/11/49, pelo Governador Milton Soares Campos, foi criado no Departamento de Instrução (DI), em Belo Horizonte, o Ginásio Tiradentes da Polícia Militar. Esta conquista foi fruto do esforço e ideal de alguns oficiais, especialmente o Aspirante PM Argentino Madeira, com a colaboração de toda Corporação. O objetivo era oferecer educação escolar aos militares e seus dependentes. Estava dado o primeiro e mais importante passo, pois, em 1951 o Ginásio Tiradentes foi transformado em “Colégio Tiradentes”. Seu primeiro diretor foi o professor e advogado Carlos Porfírio dos Santos, sucedido pelo tenente Argentino Madeira, hoje Coronel PM QOR, que permaneceu no cargo até 28/06/71, dedicando duas décadas de relevantes serviços à comunidade escolar. [1] [2]

Qualidade de Ensino[editar | editar código-fonte]

Na atualidade o ensino do colégio tem reconhecimento federal, por sua excelência em resultados de provas nacionais como o ENEM (exame nacional do ensino médio). Em Belo Horizonte, sempre tem todas as suas unidades entre as 10 melhores escolas públicas, tanto do Ensino Fundamental(Ideb[3])[4], quanto no Ensino Médio(ENEM).

Critérios de avaliação[editar | editar código-fonte]

Pontuação[editar | editar código-fonte]

O ano letivo é dividido em três etapas:

1ª Etapa: 30 pontos Média: 18
2ª Etapa: 35 pontos Média: 21
3ª Etapa: 35 pontos Média: 21
Frequência de no mínimo 75% das aulas dadas

Provas[editar | editar código-fonte]

Ensino Médio[editar | editar código-fonte]

A cada etapa, por matéria:

  • 1 Prova Mensal
  • 1 Simulado
  • 1 Prova de Recuperação

Hino[editar | editar código-fonte]

[5]Letra: Olavo Bilac
Música: João Soares de Souza

Ouve, ó Mártir, teu nome exaltado,
Este canto de amor e de paz!
Nesta casa, teu sonho, brilhando,
Ganha corpo, e verdade, se faz!
Salve, Herói o teu sangue sagrado,
Abençoou, fecundou este chão...
Deste chão por teu sangue regado,
Almas livres ao sol brotarão!

Mártir sublime da verdade,
Do teu exemplo é que nos vem,
A paz, o estudo e a liberdade,
Os frutos da Árvore do bem! (BIS)

A semente que à terra lançaste,
Hoje é tronco frondoso e viril...
Estes filhos da terra que amaste
Como tu hão de amar o Brasil!
Em memória de tua tortura.
O teu nome ao povir nos conduz...
Tiradentes teu nome perdura
Neste tempo do estudo da luz.

Mártir sublime da verdade,
Do teu exemplo é que nos vem,
A paz, o estudo e a liberdade,
Os frutos da Árvore do bem! (BIS)

Unidades[editar | editar código-fonte]

Juiz de Fora, Barbacena , Diamantina, Governador Valadares, Argentino Madeira, Nossa Senhora das Vitórias (NSV), Minas Caixa, Gameleira, Contagem, Betim, Montes Claros, Patos de Minas, Ipatinga, Manhuaçu, Bom Despacho, Lavras, Passos, Teófilo Otoni, Pouso Alegre, Uberaba e Uberlândia, Vespasiano e em vias de implantação unidades de Divinópolis, Caiçaras e uma nova unidade em Contagem a partir de fevereiro de 2016. E em Curvelo, Sete Lagoas e São João Del rei a partir de 2017.

Obras Notáveis[editar | editar código-fonte]

  • Ao final de 2001, foi inaugurado um novo anexo, pois antes o espaço era pequeno para tantos alunos.
  • No ano de 2012, foi iniciadas obras para a reforma de partes da unidade Argentino Madeira

Composição[editar | editar código-fonte]

  • 1 - Auditório;
  • 2, Quarenta e quatro salas de aula, para cerca de cento e noventa professores e três mil e seiscentos alunos;
  • 4 - Quadra coberta para Futsal, Vôlei, Basquete e Handebol;
  • 5 - Cantina;
  • 6 - Quadra grande aberta para Futsal e Handebol;
  • 7 - Piscina;
  • 8 - Quadra pequena aberta para Futsal, Vôlei, Basquete, e Handebol;
  • 9 - Quadra pequena aberta para Futsal, Vôlei e Handebol;
  • 10 - Ginásio poliesportivo para Futsal, Vôlei, Basquete e Handebol.

Esportes[editar | editar código-fonte]

Esta unidade conta com equipes masculinas e femininas de Futsal e Handebol e também uma equipe mista de atletismo. Em breve, haverá também uma equipe de Voleibol.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]