Companhia de Gás de Minas Gerais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Companhia de Gás de Minas Gerais (GASMIG) é a companhia responsável pela distribuição do gás em Minas Gerais.

A rede de distribuição de gás da GASMIG atende atualmente à região metropolitana de Belo Horizonte, aos municípios de Conselheiro Lafaiete, Ouro Branco, Congonhas, Barbacena e Juiz de Fora.

A empresa encontra-se em fase de conclusão das obras no sul do estado para atendimento aos municípios de Poços de Caldas, Andradas e Caldas, atravé do City-Gate de Jacutinga.

As obras para atendimento aos municípios do Vale do Aço devem estar concluídas até meados de 2010.

HISTÓRIA[editar | editar código-fonte]

Fundada em 15 de julho de 1986, a Companhia de Gás de Minas Gerais (GASMIG) é uma unidade de negócios da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) e criada como uma alternativa energética para o estado. Naquele ano, foram iniciadas as atividades de distribuição de biogás, que era extraído da usina que existia no aterro sanitário de Belo Horizonte. Esse projeto, além de ter contribuído para a capacitação de técnicos gasistas e a formação de mão de obra, até então inexistente no estado, permitiu o atendimento a clientes comerciais próximos à usina, bem como de taxistas e veículos pertencentes à frota da CEMIG. Em 1992, a GASMIG iniciou o atendimento a consumidores do segmento industrial por meio da distribuição do gás disponibilizado pela Refinaria Gabriel Passos (REGAP), em Betim. Na ocasião, foram contempladas 10 empresas dos centros industriais de Betim, Contagem e Belo Horizonte, fornecendo cerca de 100 mil m³/dia de gás natural. A empresa passou a operar de forma independente quando assinou, em 1993, com o Governo de Minas Gerais, o contrato de concessão da distribuição de gás natural. Em 1995, foi construída a primeira rede de distribuição de gás natural da empresa para atender à cidade de Juiz de Fora, na Zona da Mata, por meio da ligação com o gasoduto de transporte da Petrobras, vindo da Bacia de Campos, no Rio de Janeiro. Conhecido como Gasbel, o duto havia sido concluído um ano antes, ligando a Bacia de Campos até Belo Horizonte. A primeira empresa a receber o energético no estado foi a Paraibuna de Papéis, hoje denominada Indústria de Papéis Sudeste. Em 1998, a GASMIG passou a atuar no setor de Gás Natural Veicular (GNV), atendendo os postos de combustíveis para automóveis. Em 2001, passou a fornecer o combustível para a produção de energia elétrica à Usina Termelétrica de Juiz de Fora e para Ibirité. O ano de 2004 marcou a mudança societária da Companhia, quando 40% do capital social da GASMIG foi vendido para a GASPETRO, principal supridora de gás do país e que faz parte das participações da Petrobras. Com o objetivo de dar continuidade ao projeto de expansão em Minas Gerais e ampliar a rede de distribuição de gás natural, os anos que seguiram, a GASMIG se preparou para atender o segmento industrial, e em 2009, iniciou o atendimento no Sul de Minas. Juntas, GASMIG, CEMIG e GASPETRO, iniciaram um plano de expansão para incrementar o consumo de gás natural em Minas Gerais, e, consequentemente, o faturamento da Companhia. Assim, os acionistas assumiram o aporte para a construção de gasodutos de distribuição de gás natural, ampliando a abrangência geográfica das redes da GASMIG com os gasodutos para o Vale do Aço e para o Sul de Minas. Em 2010, o ano foi marcado pela distribuição do gás natural, no parque industrial da região do Vale do Aço, atendendo grandes indústrias como: Vale, Usiminas, Arcelor, Vallourec, entre outras. A Companhia passou a atender o segmento varejista, em 2013, quando ligou seu primeiro cliente residencial, um condomínio no bairro Santo Agostinho, região Centro-Sul de Belo Horizonte. No mesmo ano, a atuação no segmento comercial também foi iniciada, ligando à rede da GASMIG restaurantes, hospitais, hoteis, academias, entre outros estabelecimentos. Em 2014, a GASMIG volta ao controle indireto do Estado de Minas Gerais, tendo como acionistas Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG (99,6%) e Município de Belo Horizonte – PBH (0,4%). Este contrato foi renovado em janeiro de 2015, prorrogando a autorização para distribuir o energético em território mineiro por mais 30 anos, ou seja, abastecer o estado até 2053. Em 2016, a GASMIG comemorou um marco na história do gás natural canalizado em Minas Gerais, alcançando a marca de 10.000 clientes residenciais, o que representou 506% de crescimento para a Companhia, em três anos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Predefinição:Atuais secretários de Estado de Minas Gerais