Neutrofilia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Neutrofilia é a condição na qual uma pessoa possui no sangue um número aumentado de granulócitos neutrófilos (um tipo de glóbulos brancos). Quando o número de neutrófilos diminui, fala-se em neutropenia.

A neutrofilia algumas vezes é acompanhada de febre, resultante da liberação de pirogênios dos leucócitos. Outros aspectos característicos da neutrofilia reacional podem incluir: desvio à esquerda, isto é, aumento do número de bastonetes e presença ocasional de células mais primitivas, como metamielócitos e mielócitos; presença de granulação tóxica e corpúsculos de Döhle no citoplasma e aumento do escore de fosfatase alcalina nos neutrófilos.

Causas[editar | editar código-fonte]

Infecções bacterianas (especialmente bactérias piogênicas, localizadas ou generalizadas). Inflamação, necrose tecidual, doenças metabólicas, neoplasias de todos os tipos, hemorragia ou hemólise agudas, drogas como corticosteróides, leucemia mielóide crônica, distúrbios mieloproliferativos, tratamento com fatores mielóides de crescimento, raros distúrbios genéticos e asplenia.

Referências

  • "Fundamentos da Hematologia". A.V. Hoffbrand, P.A.H. Moss & J.E. Pettit.