Nicola Ventola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nicola Ventola
Informações pessoais
Nome completo Nicola Ventola
Data de nasc. 24 de maio de 1978 (38 anos)
Local de nasc. Grumo Appula,  Itália
Altura 1,85 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes de juventude
1993–1996 Itália Bari
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1994–1998
1998–1999
1999–2000
2000–2001
2000–2005
2003–2004
2004–2005
2005–2007
2007–2009
2009–2011
Itália Bari
Itália Inter de Milão
Itália Bologna (emp.)
Itália Inter de Milão
Itália Atalanta (emp.)
Itália Siena (emp.)
Inglaterra Crystal Palace (emp.)
Itália Atalanta
Itália Torino
Itália Novara
44 (12)
21 (6)
14 (0)
16 (4)
28 (10)
28 (4)
3 (1)
64 (23)
35 (6)
26 (4)
Seleção nacional
1996–2000 Flag of Italy.svg Itália Sub-21/Olímpica 21 (8)

Nicola Ventola (Grumo Appula, 24 de maio de 1978) é um ex-futebolista profissional italiano que jogou como atacante[1].

Carreira[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo Bari, Ventola fez sua estreia profissional com apenas 16 anos, tendo jogado 44 partidas pelo principal clube da Apúlia, marcando 12 gols.

Em 1998, foi contratado pela Inter de Milão como alternativa ao brasileiro Ronaldo. Porém, o que seria uma temporada de afirmação viria a concretizar-se como um grande fiasco. Na primeira temporada pelos Nerazzurri, Ventola jogou apenas 21 partidas, marcando 6 gols. Na temporada 1999/00, foi emprestado ao Bologna, atuando em 14 jogos.

De volta à Inter em 2000, não consegue espaço na equipe e é novamente cedido por empréstimo, desta vez para a Atalanta, marcando 10 gols em 21 jogos. Novamente reintegrado ao elenco interista em 2001, o atacante joga apenas 16 partidas, com 4 gols marcados. Sem jogar nenhuma vez na temporada seguinte, Ventola é emprestado pela terceira vez em sua carreira, agora para o Siena. Na nova equipe, ele não conseguiu se firmar, apesar de ter disputado 28 partidas e marcado 4 vezes. Sem acordo entre os Bianconeri e a Inter para uma compra definitiva do atacante, ele voltaria aos Nerazzurri em 2004, mas ele não seria aproveitado - em agosto do mesmo ano, foi emprestado pela quarta vez, agora ao Crystal Palace, único time que defendeu fora da Itália. Atrapalhado por lesões, Ventola participou de apenas 3 jogos pela equipe londrina.

Ventola regressou à Itália em 2005, novamente para jogar pela Atalanta, onde conseguiu reencontrar seu futebol ao disputar 35 jogos pelo time de Bérgamo, que na época encontrava-se na Série B, marcando 15 gols. Em sua volta à Primeira Divisão italiana, não repetiu o desempenho da temporaa anterior e marcou apenas 6 gols em 29 partidas.

Ele ainda teve uma passagem mediana pelo tradicional Torino, além de ter disputado 26 partidas pelo Novara, marcando 4 gols. Em janeiro de 2011, o atacante rescinde o contrato com os Azzurri e em fevereiro, anuncia sua aposentadoria, prejudicado por seguidos problemas físicos.

Envolvimento no escândalo de apostas ilegais[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2012, Ventola foi um dos 54 jogadores que envolvidos num escândalo de apostas ilegais no futebol italiano. A Comissão Disciplinar Nacional da Federação Italiana (FIGC) pediu a prisão do ex-atacante durante 3 anos, porém ele foi absolvido em abril de 2013.

Referências

  1. «Perfil na Sports Reference». Consultado em 13 de fevereiro de 2016. 
Bandeira de ItáliaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas italianos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.