Nils Strindberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nils Strindberg

Nils Strindberg (18721897) foi um estudante e fotógrafo sueco, conhecido como um dos três integrantes da fracassada expedição polar de S. A. Andrée de 1897. Antes de perecer em Kvitøya com S. A. Andrée e Knut Frænkel, Strindberg registrou em filme a longa batalha do grupo para alcançar regiões habitadas. Quando os restos da expedição foram descobertos em 1930, cinco rolos de negativo foram encontrados, um deles ainda na câmera. O professor John Hertzberg, do Instituto Real de Tecnologia de Estocolmo, foi capaz de salvar 93 das 240 fotografias, e uma seleção delas foi publicada em conjunto com os diários da expedição no livro Med Örnen mot Polen, que credita os exploradores como autores póstumos.[1] Em um artigo de 2004, o pesquisador Tyrone Martinsson publicou versões digitalmente melhoradas das fotografias de Strindberg, lamentando o descaso com os quais os negativos originais foram armazenados a partir de 1944.[2] [3]

O diário "taquigráfico" de Strindberg escrito durante a expedição traz mensagens para sua noiva, Anna Charlier, fornecendo também uma visão mais pessoal dos eventos do que os relatos de Andrée.

O corpo de Strindberg e dos outros dois exploradores foram repatriados para a Suécia para um funeral com honras. Após a cremação, suas cinzas foram enterradas juntas no cemitério Norra begravningsplatsen em Estocolmo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Nils Strindberg" (em sueco). Nationalencyklopedin
  2. Martinsson, Tyrone (2004). "Recovering the visual history of the Andrée expedition: A case study in photographic research". Research Issues in Art Design and Media. ISSN 1474-2365
  3. RTI Research Issues in Art Design & Media, edição n° 6, verão de 2004


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.