Northrop P-61

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Northrop P-61
Caça
Northrop P-61 Black Widow
Descrição
Tipo / Missão Caça nocturno
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Northrop
Quantidade produzida 706
Primeiro voo em 26 de maio de 1942 (77 anos)
Introduzido em 1944
Aposentado em 1954
Variantes Northrop F-15 Reporter
Tripulação 3
Especificações
Dimensões
Comprimento 15,11 m (49,6 ft)
Envergadura 20,12 m (66,0 ft)
Altura 4,47 m (14,7 ft)
Área das asas 61,53  (662 ft²)
Alongamento 6.6
Peso(s)
Peso vazio 10 637 kg (23 500 lb)
Peso carregado 13 471 kg (29 700 lb)
Peso máx. de decolagem 16 420 kg (36 200 lb)
Propulsão
Motor(es) Dois Pratt & Whitney R-2800
Performance
Velocidade máxima 589 km/h (318 kn)
Alcance (MTOW) 982 km (610 mi)
Teto máximo 10 600 m (34 800 ft)
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 4 canhões Hispano M2 de 20 mm
4 metralhadoras M2 Browning de 12.7 mm
Mísseis 5 mísseis HVAR
Bombas 4 bombas de 726 kg

O Northrop P-61 Black Widow, cujo apelido vem da aranha viúva negra, foi a primeira aeronave norte-americana operacional cuja missão principal era a de servir como interceptor nocturno,[1] tendo sido também a primeira desenhada especificamente para usar um radar.[2] A tripulação do P-61 consistia em três individuos: um piloto, um artilheiro e um operador de radar.[3]

Tinha uma fuselagem toda em metal e era alimentada por dois motores. O primeiro teste de voo foi efectuado no dia 26 de Maio de 1942, com a primeira aeronave a sair da linha de produção em Outubro de 1943. O último exemplar a voar foi retirado de serviço em 1954.

Embora não tivesse sido produzido numa grande quantidade (como era comum à época, devido ao esforço de guerra em produzir mais e mais), o P-61 foi pilotado com sucesso como um caça nocturno, pela Força Aérea dos Estados Unidos, nos mais diversos cenários de guerra, como o teatro europeu, o teatro pacífico, o do extremo oriente e no mediterrâneo.[4] Substituiu caças nocturnos britânicos obsoletos, e desempenhou as suas funções com sucesso. Depois da guerra, o P-61, redesignado F-61, serviu como um interceptor, diurno e nocturno, de longo alcance e para qualquer condição meteorológica.[5]

Na noite de 14 de Agosto de 1945, um P-61B, de alcunha "Lady in the Dark" (Senhora no Escuro), foi creditado com a última vitória aérea antes do Dia da Vitória sobre o Japão. O P-61 foi também modificado para criar o F-15 Reporter, uma aeronave de reconhecimento aéreo dotada de meios fotográficos avançados.

Referências

  1. «Northrop P-61 / F-61 Black Widow - Development and Operational History, Performance Specifications and Picture Gallery». www.militaryfactory.com. Consultado em 29 de outubro de 2015 
  2. «Northrop P-61C Black Widow | National Air and Space Museum». airandspace.si.edu. Consultado em 29 de outubro de 2015 
  3. «Night Fighter: Northrop P-61 Black Widow». About.com Education. Consultado em 29 de outubro de 2015 
  4. «Northrop P-61 Black Widow - History of the WW2 Twin-Engined Nightfighter». acepilots.com. Consultado em 29 de outubro de 2015 
  5. «Welcome To the U.S.A.A.F. Resource Center - A Warbirds Resource Group Site». www.warbirdsresourcegroup.org. Consultado em 29 de outubro de 2015