Nova Aliança Flamenga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nova Aliança Flamenga
Nieuw-Vlaamse Alliantie
Líder Bart De Wever
Fundador Geert Bourgeois
Fundação 2001
Sede Bruxelas,  Bélgica
Ideologia Nacionalismo flamengo
Regionalismo
Conservadorismo liberal
Liberalismo clássico
Liberalismo económico
Ecologismo
Pró-europeísmo
Espectro político Centro-direita
Antecessor União Popular (cisão)
Membros  (2014) 41.176
Afiliação europeia Aliança Livre Europeia
Grupo no Parlamento Europeu Reformistas e Conservadores Europeus
Cores Dourado e Preto

A Nova Aliança Flamenga (em holandês: Nieuw-Vlaamse Alliantie, N-VA) é um partido político nacionalista de centro-direita[1] da região da Flandres na Bélgica.

O partido foi fundado em 2001 como cisão da facção de centro-direita da União Popular, partido pega-tudo nacionalista flamengo, inicialmente teve resultados fracos, que fizeram prever o fracasso do novo partido[2] .

Em 2003, o partido decidiu entrar numa aliança eleitoral com o, na altura, o partido dominante da Flandres, os Democratas-Cristãos e Flamengos, mas tal aliança terminou em 2008[3] . Após esta ruptura com os democratas-cristãos, o partido começou a ter um forte crescimento eleitoral, tornando-se, gradualmente, o partido mais popular da Flandres[4] . Este forte crescimento do N-VA atingiu o seu ponto máximo, quando, pela primeira vez, decidiu integrar o governo da Bélgica, além de, também pela primeira vez, liderar o governo regional da Flandres[5] .

Ideologicamente, o partido é defensor da independência da Flandres, mas defende um processo gradual para atingir tal independência. Além da questão independentista, o partido segue uma linha conservadora liberal, defensor do liberalismo económica e, com uma forte componente ecológica[6] . O N-VA é profundamente europeísta, defendendo que uma Flandres independente apenas será viável dentro da União Europeia[7] .

A nível europeu, apesar do partido estar afilado à Aliança Livre Europeia[8] , os seus deputados no Parlamento Europeu sentam-se com o grupo dos Reformistas e Conservadores Europeus, liderado pelo Partido Conservador[9] .

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Câmara dos Deputados[editar | editar código-fonte]

Data Votos % +/- Deputados +/- Status Aliança
2003 201 399 3,1 (8.º)
1 / 150
Oposição
2007 N/D N/D
5 / 150
Aumento4 Oposição Aliança com CDV
2010 1 135 617 17,4 (1.º)
27 / 150
Aumento22 Oposição
2014 1 366 414 20,3 (1.º) Aumento2,9
33 / 150
Aumento6 Governo

Senado[editar | editar código-fonte]

Data Votos % Deputados +/- Aliança
2003 200 273 3,1 (8.º)
0 / 40
2007 N/D N/D
2 / 40
Aumento2 Aliança com CDV
2010 1 268 780 19,6 (1.º)
9 / 40
Aumento7

Eleições regionais[editar | editar código-fonte]

Flandres[editar | editar código-fonte]

Data Votos % +/- Deputados +/- Status Aliança
2004 N/D N/D
6 / 124
Governo Coligação com CDV
2009 537 040 13,1 (5.º)
16 / 124
Aumento10 Governo
2014 1 339 946 31,9 (1.º) Aumento18,8
43 / 124
Aumento27 Governo

Bruxelas (Região Flamenga)[editar | editar código-fonte]

Data Votos % +/- Deputados +/- Status Aliança
2004 N/D N/D
0 / 17
Extra-parlamentar Coligação com CDV
2009 2 586 5,0 (6.º)
1 / 17
Aumento1 Oposição
2014 9 085 17,0 (4.º) Aumento12,0
3 / 17
Aumento2 Oposição

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

Resultados referentes ao colégio flamengo[editar | editar código-fonte]

Data Votos % +/- Deputados +/- Aliança
2004 N/D N/D
1 / 14
Aliança com CDV
2009 402 545 9,9 (5.º)
1 / 13
Estável
2014 1 123 027 26,7 (1.º) Aumento16,8
4 / 12
Aumento3

Referências

  1. «Parties and Elections in Europe». parties-and-elections.eu. Consultado em 2016-04-10. 
  2. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 2016-04-10. 
  3. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 2016-04-10. 
  4. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 2016-04-10. 
  5. Robinson, Duncan. (2014-10-08). "Flemish separatists hold sway in new Belgian government". Financial Times. ISSN 0307-1766.
  6. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 2016-04-10. 
  7. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 2016-04-10. 
  8. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 2016-04-10. 
  9. «N-VA kiest voor ECR-fractie in Europees Parlement». De Standaard. Consultado em 2016-04-10.