Nova Aliança Flamenga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nova Aliança Flamenga
Nieuw-Vlaamse Alliantie
Líder Bart De Wever
Fundador Geert Bourgeois
Fundação 2001
Sede Bruxelas,  Bélgica
Ideologia Nacionalismo flamengo
Regionalismo
Conservadorismo liberal
Liberalismo clássico
Liberalismo económico
Ecologismo
Pró-europeísmo
Espectro político Centro-direita
Antecessor União Popular (cisão)
Membros  (2014) 41.176
Afiliação europeia Aliança Livre Europeia
Grupo no Parlamento Europeu Reformistas e Conservadores Europeus
Cores Dourado e Preto

A Nova Aliança Flamenga (em holandês: Nieuw-Vlaamse Alliantie, N-VA) é um partido político nacionalista de centro-direita[1] da região da Flandres na Bélgica.

O partido foi fundado em 2001 como cisão da facção de centro-direita da União Popular, partido pega-tudo nacionalista flamengo, inicialmente teve resultados fracos, que fizeram prever o fracasso do novo partido[2].

Em 2003, o partido decidiu entrar numa aliança eleitoral com o, na altura, o partido dominante da Flandres, os Democratas-Cristãos e Flamengos, mas tal aliança terminou em 2008[3]. Após esta ruptura com os democratas-cristãos, o partido começou a ter um forte crescimento eleitoral, tornando-se, gradualmente, o partido mais popular da Flandres[4]. Este forte crescimento do N-VA atingiu o seu ponto máximo, quando, pela primeira vez, decidiu integrar o governo da Bélgica, além de, também pela primeira vez, liderar o governo regional da Flandres[5].

Ideologicamente, o partido é defensor da independência da Flandres, mas defende um processo gradual para atingir tal independência. Além da questão independentista, o partido segue uma linha conservadora liberal, defensor do liberalismo económica e, com uma forte componente ecológica[6]. O N-VA é profundamente europeísta, defendendo que uma Flandres independente apenas será viável dentro da União Europeia[7].

A nível europeu, apesar do partido estar afilado à Aliança Livre Europeia[8], os seus deputados no Parlamento Europeu sentam-se com o grupo dos Reformistas e Conservadores Europeus, liderado pelo Partido Conservador[9].

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Câmara dos Deputados[editar | editar código-fonte]

Data Votos % +/- Deputados +/- Status Aliança
2003 201 399 3,1 (8.º)
1 / 150
Oposição
2007 N/D N/D
5 / 150
Aumento4 Oposição Aliança com CDV
2010 1 135 617 17,4 (1.º)
27 / 150
Aumento22 Oposição
2014 1 366 414 20,3 (1.º) Aumento2,9
33 / 150
Aumento6 Governo

Senado[editar | editar código-fonte]

Data Votos % Deputados +/- Aliança
2003 200 273 3,1 (8.º)
0 / 40
2007 N/D N/D
2 / 40
Aumento2 Aliança com CDV
2010 1 268 780 19,6 (1.º)
9 / 40
Aumento7

Eleições regionais[editar | editar código-fonte]

Flandres[editar | editar código-fonte]

Data Votos % +/- Deputados +/- Status Aliança
2004 N/D N/D
6 / 124
Governo Coligação com CDV
2009 537 040 13,1 (5.º)
16 / 124
Aumento10 Governo
2014 1 339 946 31,9 (1.º) Aumento18,8
43 / 124
Aumento27 Governo

Bruxelas (Região Flamenga)[editar | editar código-fonte]

Data Votos % +/- Deputados +/- Status Aliança
2004 N/D N/D
0 / 17
Extra-parlamentar Coligação com CDV
2009 2 586 5,0 (6.º)
1 / 17
Aumento1 Oposição
2014 9 085 17,0 (4.º) Aumento12,0
3 / 17
Aumento2 Oposição

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

Resultados referentes ao colégio flamengo[editar | editar código-fonte]

Data Votos % +/- Deputados +/- Aliança
2004 N/D N/D
1 / 14
Aliança com CDV
2009 402 545 9,9 (5.º)
1 / 13
Estável
2014 1 123 027 26,7 (1.º) Aumento16,8
4 / 12
Aumento3

Referências

  1. «Parties and Elections in Europe». parties-and-elections.eu. Consultado em 10 de abril de 2016 
  2. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 10 de abril de 2016 
  3. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 10 de abril de 2016 
  4. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 10 de abril de 2016 
  5. Robinson, Duncan (8 de outubro de 2014). «Flemish separatists hold sway in new Belgian government». Financial Times. ISSN 0307-1766 
  6. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 10 de abril de 2016 
  7. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 10 de abril de 2016 
  8. «New Flemish Alliance – The Democratic Society». www.demsoc.org. Consultado em 10 de abril de 2016 
  9. «N-VA kiest voor ECR-fractie in Europees Parlement». De Standaard. Consultado em 10 de abril de 2016