Novo Oriente do Piauí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Novo Oriente do Piauí
  Município do Brasil  
Hino
Gentílico novo-orientino do piauí
Localização
Localização de Novo Oriente do Piauí no Piauí
Localização de Novo Oriente do Piauí no Piauí
Novo Oriente do Piauí está localizado em: Brasil
Novo Oriente do Piauí
Localização de Novo Oriente do Piauí no Brasil
Mapa de Novo Oriente do Piauí
Coordenadas 6° 26' 56" S 41° 56' 20" O
País Brasil
Unidade federativa Piauí
Municípios limítrofes Norte:Valença do PI e Elesbão Veloso
Sul:Oeiras
Leste: Inhuma Oeste:Barra d'Alcântara
Distância até a capital 242 km
História
Fundação 1961
Aniversário 15 de novembro
Administração
Prefeito(a) Arnilton Nogueira dos Santos (PTC, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 500,467 km²
População total (IBGE/2010[2]) 6 498 hab.
Densidade 13 hab./km²
Clima Tropical
Altitude 235 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,603 médio
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 18 059,026 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 2 836,35
Website http://www.novoorientedopiaui.pi.gov.br/ (Prefeitura)

Novo Oriente do Piauí é um município brasileiro do estado do Piauí. Localiza-se a uma latitude 06º26'57" sul e a uma longitude 41º56'19" oeste, estando a uma altitude de 235 metros. Possui uma área de 505,71 km².

História[editar | editar código-fonte]

Novo Oriente do Piauí recebeu status de município pela lei estadual nº 2.205 de 10 de novembro de 1961, com território desmembrado de Valença do Piauí.[5] Em 1943 o rico fazendeiro Severino Antão de Carvalho resolveu doar uma grande extensão de terras para o município de Valença. Quando a notícia se espalhou logo surgiram pessoas de todas as partes que fixaram residência no local. Por conta do desenvolvimento, famílias inteiras que moravam em um outro povoado próximo dali, Barroca Funda, resolveram mudar-se para o novo. Em 1946, o primeiro comerciante da área, João Rufino da Silva construiu a primeira capela do povoado. Já a emancipação só ocorreu graças ao prefeito de Valença na época, Eustáquio Portela e ao filho de Inhuma, Raimundo Gusmão que se empenharam com afinco a causa. O fato, entretanto, só ocorreu em 10 de novembro de 1961 e a instalação dia 15 do mesmo mês, com a mesma denominação. Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Novo Oriente do Piauí, pela lei estadual nº 2.205, de 10 de novembro de 1961, desmembrado de Valença do Piauí.

Geografia[editar | editar código-fonte]

População[editar | editar código-fonte]

De acordo com o censo de 2010, o município possuía população de 6.498 habitantes.

Limites[editar | editar código-fonte]

O Município de Novo Oriente do Piauí tem os municípios de Valença do Piauí, Elesbão Veloso, Oeiras, Inhuma e Barra d'Alcântara como limítrofes, sendo que estes fazem parte da microrregião de Valença.

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Novo Oriente do Piauí Piauí - PI Histórico» (PDF). IBGE. 19 de abril de 2010. Consultado em 6 de maio de 2013 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.