Nuclear Assault

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Nuclear Assault
Informação geral
Origem Nova Iorque, Nova Iorque
País  Estados Unidos
Gênero(s) Thrash Metal
Crossover Thrash
Período em atividade 1984 - 1995
2002 - 2008
2011 - presente
Gravadora(s) I.R.S. Records
Combat Records
In-Effect
Receiver Records
SPV
Integrantes John Connelly
Scott Harrington
Dan Lilker
Glenn Evans
Página oficial www.nuclearassault.us

Nuclear Assault é uma banda de thrash metal estadunidense formada em Nova Iorque no ano de 1984 por seu baixista Danny Lilker. É uma das bandas mais extremas do estilo, com sua mistura de heavy metal, speed metal e crossover thrash.

História[editar | editar código-fonte]

A banda foi formada em 1984 por Danny Lilker (que também foi membro e fundador de bandas como Anthrax, S.O.D. e Brutal Truth). Depois de participar do primeiro disco do Anthrax, Fistful of Metal, de 1984, Danny juntou-se ao guitarrista/vocalista John Conelly (outro que estava presente nos primórdios do Anthrax), ao guitarrista Mike Bogush e ao baterista Scott Duboys para montar o Nuclear Assault. Os dois últimos músicos duraram apenas alguns meses, sendo logo substituídos por Anthony Bramante e Glenn Evans, respectivamente. Durante seus dez anos iniciais, a banda fez um speed metal passeando pelo crossover thrash com temas incisivos que tratavam de política, criticas sociais e capitalismo.

O álbum de estreia da banda foi Game Over, de 1986. Após um single do mesmo ano, chamado "Brain Death", a banda lança em 1987 The Plague, segundo disco.

As turnês ficaram cada vez maiores e entre elas o grupo grava Survive, que inclui o single "Fight to be Free" (ambos em 1988) e o Handle With Care, de 1989. Em seguida veio um álbum ao vivo intitulado Live at the Hammersmith Odeon (1990) e Out of Order (1991), último álbum com o baixista Danny Lilker, que saiu para começar o Brutal Truth, sua banda de grindcore. Em 1993, a banda ainda gravou Something Wicked, embora tenha acabado logo depois.

Danny Lilker continuou no Brutal Truth até o fim da banda em 1998 e logo apareceu mais um trabalho no S.O.D., o Bigger Than the Devil, de 1999. Depois ele sai desse grupo (por causa de alguns desentendimentos com Billy Milano).

Durante quase dez anos fora da banda, Danny recusou alguns pedidos de volta da banda, mas algum tempo depois acabou retornando com a formação original da banda. Após o seu retorno, a banda tocou no CBGB e em festivais como Metal Meltdown Fest em New Jersey, o Wacken Open Air na Alemanha e alguns shows no Brasil, onde tocaram em 1989 com o Sepultura abrindo para o grupo. Deste retorno resultou o disco ao vivo Alive Again, de 2003, marcando a volta definitiva da banda em sua formação original, exceto pela substituição de Bramante por Erik Burke. Após várias turnês a banda lança o novo trabalho de estúdio, Third World Genocide, lançado pela SPV. No mesmo ano, a banda faz mais um show pelo Brasil, junto com a os alemães do Sodom. Em outubro de 2006, a banda lançou o DVD Louder Harder Faster.

A banda voltou a ativa em outubro de 2011 e confirmou presença para o Metal Merchants Festival 2011.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Atuais[editar | editar código-fonte]

  • John Connelly - vocal & guitarra (1984-presente)
  • Glenn Evans - bateria (1984-presente)
  • Dan Lilker - baixo, vocal (1984-1992, 1997-1998, 2001-presente)
  • Erik Burke - guitarra (2002-2005, 2011-presente)

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Mike Bogush - guitarra (1984)
  • Anthony Bramante - guitarra (1985-1992), (2001-2002)
  • Dave DiPietro - guitarra (1992-1995)
  • Eric Paone - guitarra (1998)
  • Scott Metaxas - baixo (1992-1995)
  • Scott Dubois - bateria (1984)
  • Scott Harrington - guitarra (2005-2008)

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]