Oftalmoplegia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Oftalmoplegia
Oftalmoparesia do 3, 4 e 6 par.
Classificação e recursos externos
CID-10 H49.3-H49.4
CID-9 367.52, 376.22, 378.55, 378.56, 378.72, 378.86, 378.9
DiseasesDB 9240
MeSH D009886

Oftalmoparesia (do grego, oftalmo- olho, -paresia debilitado) é uma doença neurológica caracterizada pelo enfraquecimento de um ou mais músculos do olho, dificultando assim alguns ou todos movimentos dos olhos. Pode evoluir para oftalmoplegia, ou seja, paralisia dos músculos do olho.[1]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Músculos oculares

É classificada dependendo do(s) músculo(s) afetados em: superior, inferior, obliqua, esquerda, direita, vertical, lateral ou total.

Causas[editar | editar código-fonte]

O comprometimento neurológico do 3, 4 ou 6 pares cranianos (nervo oculomotor, nervo troclear ou nervo abducente) ou lesão muscular que levam à oftalmoparesia e oftalmoplegia pode ser causado por[2]:

Sinais e sintomas[editar | editar código-fonte]

Inicialmente um ou mais músculos oculares começam a enfraquecer e uma das pálpebras cai (ptose). Outros sintomas dependem da doença primária, que se não tratada adequadamente resulta em dificuldade em mover um ou ambos os olhos e pode evoluir para a incapacidade de fazê-lo. Pode haver dor nos olhos e dores de cabeça associadas à perda da visão periférica.[3]

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Depende da causa que originou a oftalmoparesia.

Referências