Omilos Filathlon Irakleiou

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
OFI Creta
PAE OFI.png
Nome Omilos Filathlon Irakleiou
Alcunhas Fidia, Omilos
Fundação 1925 (92 anos)
Estádio Pankritio
Capacidade 26.400 lugares
Localização Heraclião,  Grécia
Presidente Grécia Manthos Poulinakis
Treinador Grécia Nikolaos Papadopoulos
Patrocinador Grécia Stoiximan.gr
Material (d)esportivo Estados Unidos Nike
Competição Alpha Ethniki
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O OFI Creta (também conhecido como OFI Heraclião ou simplesmente OFI - em grego: ΟΦΗ - Όμιλος Φιλάθλων Ηρακλείου / Ómilos Filathlós Iráklion - em tradução literal, Fã-clube de Heraclião) é um clube de futebol da Grécia, situado na cidade de Heraclião, na ilha de Creta. O clube joga suas partidas no Estádio Pankritio, com capacidade para 26.400 pessoas. Suas cores são o preto e o branco. A equipe disputa atualmente, a segunda divisão do Campeonato Grego.

Até a temporada 2008-09, foi um dos 5 clubes que disputaram todos os Campeonatos Gregos, desde sua profissionalização na temporada de 1979-80, mas o rebaixamento na citada temporada quebrou uma sequência de 33 anos seguidos na elite.

História[editar | editar código-fonte]

Inicio[editar | editar código-fonte]

O clube foi fundado em 1925 por um grupo de atletas da cidade de Heraclião, maior cidade da ilha de Creta, com o mesmo nome que é agora.

A chegada à primeira divisão[editar | editar código-fonte]

O clube ficou muito tempo sem relevância nacional, só chegando à primeira divisão na temporada 1968-69, ficando em 15º, mas foi rebaixado na temporada de 1970-71, ficando na 17ª colocação.

Retorno à elite[editar | editar código-fonte]

Retornou à elite na temporada de 1976-77, onde permaneceu até a temporada 2008-09, feito alcançado só por 5 clubes do país.

No final da década de 80, o clube cretense teve seu melhor período: foi vice-campeão do Campeonato Grego na temporada de 1985-86; na temporada seguinte ficou na terceira colocação do mesmo e conquistou a Copa da Grécia, seu único título de relevância; essa conquista levou-lhe à disputa da Recopa Européia em 1987-88, onde foi eliminado na 2ª rodada pela Atalanta, venceu em casa por 1 a 0 e perdeu fora por 2 a 0; em 1989-90 foi novamente finalista da Copa, mas perdeu para o Olympiakos por 4 a 2.

Participou 4 vezes da Copa da UEFA, tendo seu melhor desempenho na temporada de 1993-94 onde eliminou o Slavia Praga, empatando fora em 1 a 1 e vencendo em casa por 1 a 0; passou também pelo Atlético de Madrid, perdeu fora por 1 a 0, mas venceu em casa por 2 a 0; entretanto, foi eliminado pelo Boavista ao ser goleado em 4 a 1 em casa e perder de 2 a 0 fora.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Goleiros
Jogador
1 Grécia Giannis Dermitzakis
12 Grécia Georgios Strezos
32 Grécia Giannis Panagiotou
Defensores
Jogador Pos.
3 Grécia Manolis Fazos Z
5 Grécia Albert Roussos Z
20 Grécia Dimitrios Komesidis Z
33 Grécia Nikolaos Ziabaris Z
92 Grécia Giannis Potouridis Z
2 Grécia Manolis Bolakis LD
23 Grécia Dimitrios Siopis LD
4 Grécia Manolis Moniakis Capitão LE
31 Grécia Giannis Kiliaris LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
6 Grécia Anestis Nastos V
16 Grécia Athanasios Papatolios V
17 Grécia Manolis Papasterianos V
24 Grécia Georgios Kontogiannis V
10 Grécia Angelos Chanti M
13 Espanha Marios Martos M
14 Grécia Vangelis Plevrakis M
22 Grécia Nikolaos Pourtoulidis M
28 Grécia Angelos Ikonomou M
Atacantes
Jogador
7 Espanha Armiche
8 Uruguai Sergio Leal
9 Grécia Nikolaos Kouskounas
11 Grécia Dimitrios Manos
21 Grécia Alexandros Perogamvrakis
30 Grécia Marios Ogboe
88 Grécia Vasilios Koutsianikoulis
Comissão técnica
Nome Pos.
Grécia Nikolaos Papadopoulos T

Histórico de treinadores[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]