Optato (prefeito urbano)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Optato.
Optato
Nacionalidade
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Império Romano
Ocupação Oficial
Soldo de Arcádio (r. 395–408)

Optato (em latim: Optatus) foi um senador romano dos séculos IV e V que esteve ativo sob os imperadores Teodósio I (r. 378–395) e Arcádio (r. 395–408). Sobrinho de Flávio Optato, foi um pagão e no começo mostrou-se desinteresse pelo aprendizado, embora movesse simpatia pela magia. Segundo Libânio, Optato procurou a morte de seus familiares através da magia. Optato foi casado com uma mulher rica de nome desconhecido e não teve filhos.[1]

Sua primeira menção cronológica ocorre em 384, quando foi um prefeito augustal. Alguns meses no ofício, foi acusado de flagelar decuriões, o que lhe custou uma demissão e julgamento em Constantinopla, porém, através do apoio dos opositores de Clearco, foi inocentado. Em 388-390, Optato opôs-se à nomeação de Talássio, um professor-assistente de Libânio, ao senado.[2] Em 404-405, exerceu o ofício de prefeito urbano de Constantinopla e durante seu mandato perseguiu os apoiantes de João Crisóstomo.[3]

Referências

  1. Martindale 1971, p. 650.
  2. Martindale 1971, p. 649.
  3. Martindale 1971, p. 649-650.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martindale, J. R.; A. H. M. Jones (1971). «Optatus 1». The Prosopography of the Later Roman Empire, Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press