Orquestra Académica da Universidade de Lisboa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Orquestra Académica da Universidade de Lisboa (OAUL)
Logotipo OAUL
Logótipo da OAUL
Informação geral
País Portugal Portugal
Período em atividade 2014-presente

A Orquestra Académica da Universidade de Lisboa (OAUL) é uma orquestra amadora, criada em Janeiro de 2014, para a comunidade da Universidade de Lisboa.

Objetivo e história[editar | editar código-fonte]

A OAUL é uma iniciativa da Universidade de Lisboa em parceria com a Orquestra de Câmara Portuguesa (OCP), com o objetivo de desenvolver e dar visibilidade ao talento musical dos membros da universidade.

Criada no início no início do ano lectivo de 2013-2014, a Orquestra Académica da Universidade de Lisboa é uma orquestra destinada a criar um espaço de convívio e partilha da cultura e da música entre todos os elementos da comunidade académica da Universidade de Lisboa que tocam um instrumento.

A OAUL foi criada para assinalar e celebrar a Universidade que resultou da fusão das anteriores Universidade de Lisboa e Universidade Técnica de Lisboa. Este projeto antigo começou a ganhar forma através de um inquérito enviado aos alunos da Universidade de Lisboa e da Universidade Técnica de Lisboa para aferir o interesse da comunidade na criação de uma orquestra universitária. Esta orquestra permitiria não só levar o nome da universidade mais longe mas também enriquecer as valências que os seus elementos, músicos amadores, possuem fora das áreas que diariamente exploram.

O arranque deste projeto tornou-se possível através de uma parceria com a Orquestra de Câmara Portuguesa no âmbito do projeto social OCPdois e com o financiamento do Programa de Apoio às Actividades Extra-curriculares de Estudantes, tendo-se reunido um grupo inicial de 35 músicos que realizou a primeira apresentação à comunidade universitária no dia 21 de junho de 2014, apenas quatro meses após o início dos trabalhos de ensaio.

De forma a aumentar o seu efectivo orquestral, no ano lectivo de 2014-2015 a orquestra abriu-se a todos os músicos amadores da região de Lisboa que desejem partilhar a experiência orquestra e contexto sinfónico.

Composição[editar | editar código-fonte]

Hoje a OAUL conta com cerca de 85 músicos que participam em ensaios semanais conduzidos pelo maestro João Aibéo e pelo violoncelista César Gonçalves, músicos OCP que coordenam artisticamente o projeto.

Atividade[editar | editar código-fonte]

A OAUL tem interpretado peças sinfónicas de compositores como Strauss II, Sibelius, Elgar, Grieg, Tchaikovsky, entre outros mas também de câmara e em colaboração com o Coro de Câmara da Universidade de Lisboa apresentando-se em três concertos com a obra "Magnificat em Talha Dourada" de Eurico Carrapatoso.

No concerto de final de temporada de junho de 2016 a OAUL apresentou-se com convidados da Notas de Contacto: OCPsolidária na CERCIOEIRAS, um projecto de responsabilidade social da OCP que desenvolve o acesso à cultura e aprendizagem através da música para pessoas com dificuldade intelectuais e desenvolvimentais. Foram tocadas obras de Copland, Grieg, Lully, Mussorgsky, Dukas e Brahms[1].

A OAUL apresentou-se no Primeiro Festival de Orquestras Académicas realizado em Coimbra em 28 de novembro de 2015 a convite da Tuna Académica da Universidade de Coimbra (TAUC) num concerto realizado no Pavilhão Centro de Portugal.

OAUL com CCUL OAUL na ESML

Referências

  1. Concerto de junho de 2016
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Orquestra Académica da Universidade de Lisboa