Otto Addo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Otto Addo
Otto Addo
Otto Addo (terceiro plano) durante a partida entre
Gana e República Tcheca, na Copa de 2006
.
Informações pessoais
Nome completo Otto Addo
Data de nasc. 9 de junho de 1975 (42 anos)
Local de nasc. Hamburgo,  Alemanha Ocidental
Nacionalidade Alemão e ganês
Altura 1,89 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Meio-campista
Clubes de juventude
1981–1991
1991–1992
Alemanha Hummelsbütteler
Alemanha Hamburgo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1992–1993
1993-1996
1996–1999
1999–2005
1999–2005
2005-2007
2007
2007-2008
Alemanha Bramfelder
Alemanha VfL 93 Hamburgo
Alemanha Hannover 96
Alemanha Borussia Dortmund II
Alemanha Borussia Dortmund
Alemanha Mainz 05
Alemanha Hamburgo II
Alemanha Hamburgo

80 (4)
97 (20)
5 (0)
75 (11)
19 (0)
10 (0)
4 (0)
Seleção nacional
1999-2006 Flag of Ghana.svg Gana 15 (2)

Otto Addo (Hamburgo, 9 de junho de 1975) é um ex-futebolista alemão-ganês. Disputou a Copa de 2006, tendo jogado duas partidas.

Carreira em clubes[editar | editar código-fonte]

Addo, que apesar do sobrenome, não possui parentesco com o ex-companheiro de Seleção Eric Addo, iniciou a carreira profissional em 1992, no Bramfelder, antes de completar 17 anos. Teve ainda uma bem-sucedida passagem pelo VfL 93 Hamburgo, equipe semi-profissional da sua cidade natal.

Em 1996, foi contratado pelo Hannover 96, encontrando no novo clube Gerald Asamoah (que nasceu em Gana, mas não aceitou atuar pelo país, preferindo se naturalizar alemão), o qual se tornaria seu grande amigo, e Fabian Ernst, que mais tarde disputaria a Eurocopa de 2004 pela Alemanha.

No ano de 1999, Addo foi para o Borussia Dortmund, inicialmente jogando na equipe de reservas, subindo para o time principal pouco depois. Com os aurinegros, conquistou o único título de sua carreira: o Campeonato Alemão de 2001-02. Deixou o Borussia em 2005 e assinou com o Mainz 05, onde atuou pouco (19 partidas e nenhum gol).

Saiu do Mainz em 2007, e retornou a Hamburgo, para defender o clube homônimo. Era praticamente uma volta às origens, já que Addo tinha passado pelo Hamburgo SV antes de se profissionalizar. Jogou dez partidas pelo time de reservas e quatro jogos pelo time principal. Problemas de lesões obrigaram Addo a anunciar o término da carreira, em 2008.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]