Saltar para o conteúdo

Otto Kretschmer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Otto Kretschmer
Otto Kretschmer
Nascimento 1 de maio de 1912
Heidau, Neisse, Império Alemão
Morte 5 de agosto de 1998
Baviera, Alemanha
Nacionalidade alemão
Serviço militar
País Alemanha República de Weimar
Alemanha Nazista Alemanha Nazista
 Alemanha Ocidental
Serviço Reichsmarine
Kriegsmarine
Marinha Alemã
Anos de serviço 1930–1935
1935–1945
1955–1970
Patente Leutnant zur See (Reichsmarine)
Fregattenkapitän (Kriegsmarine)
Flottillenadmiral (Marinha Alemã)
Unidades 2.ª Flotilha de Submarinos
1.ª Flotilha de Submarinos
7.ª Flotilha de Submarinos
Comando U-35, U-23, U-99
Conflitos Segunda Guerra Mundial
Condecorações Espadas da Cruz de Cavaleiro

Otto Kretschmer (Neisse, 1 de maio de 1912Baviera, 5 de agosto de 1998) foi um oficial da Kriegsmarine que serviu durante a Segunda Guerra Mundial, sendo o maior às da Caça Submarina. O mais impressionante sobre sua trajetória na kriegsmarine é que afundou 266 629 ton ou 44 navios somente até março de 1941, quando foi capturado.[1][2]

Otto Kretschmer iniciou a sua carreira militar na Kriegsmarine logo após ter completado os 17 anos de idade, tendo passado por 8 meses de treinamento militar em Exeter, Inglaterra, onde ele aprendeu a falar inglês. No mês de abril de 1930 ele passou três meses na escola naval de Niobe e após passou mais de um ano no Cruzador Leve Emden.[2]

No início de dezembro de 1934, Kretschmer serviu no cruzador leve Köln, sendo transferido para a força U-Boot no mês de janeiro de 1936, onde recebeu um treinamento pré-guerra de oficial de U-Boot.[2]

Recebeu como o seu primeiro comando o U-35, tendo realizado com este uma patrulha de guerra em águas espanholas durante a Guerra Civil Espanhola no ano de 1937.[2]

Kretschmer deixou o comando do U-35 no mês de setembro de 1937 e assumiu o U-23, submarino este em que realizou as suas primeiras patrulhas de guerra durante a Segunda Guerra Mundial. Permaneceu no comando do U-23 até o mês de abril de 1940, mês este em que iria comissionar o U-99, U-Boot com o qual receberia a sua fama de grande comandante.[2]

Após passar por 2 meses de treinamento com o U-99, Kretschmer deixou a base de Kiel para realizar a sua primeira patrulha no mês de junho de 1940. Nas patrulhas que se seguiriam, Otto Kretschmer se tornaria famoso pela eficiência de seus ataque noturnos contra os comboios aliados, tendo assim criado a expressão: "Um torpedo ... um navio".[2]

Os seus navios afundados mais notáveis são os Cruzadores Mercantes britânicos armados, Laurentic (18 724 toneladas), Patroclus (11 314 toneladas) e Forfar (16 402 toneladas) ambos afundados no mês de novembro de 1940 somando 46 000 toneladas, se tornando o maior oficial em se tratando de toneladas afundadas.[2]

Na sua última patrulha de guerra, Kretschmer atacou 10 embarcações aliadas. Foi capturado após afundar o seu U-99 às 03:43 do dia 17 de março de 1941 após cargas de profundidade do HMS Walker terem danificado fortemente o U-Boot. Kretschmer conseguiu trazer o U-Boot a tona e retirar 40 de seus soldados com vida, tendo neste ataque falecido o seu chefe de engenharia.[2]

Kretschmer permaneceu em cativeiro aliado por mais de seis anos e meio, tendo permanecido destes, quatro anos no Canadá no campo 30 (muitas vezes também conhecido como Campo Bowmanville), retornando para a Alemanha somente no mês de dezembro de 1947.[2]

Kretschmer entrou para a Marinha Alemã no ano de 1955 e se tornou o comandante do 1. Geleitgeschwader (1º Esquadrão de Escolta) no ano de 1957. Se tornou comandante do Amphibische Streitkräfte (Forças Anfíbias) no mês de novembro de 1958. No início do ano de 1962, Kretschmer serviu em diversas posições de staff antes de se tornar Chief of Staff do NATO Command COMNAVBALTAP no mês de maio de 1965, permanecendo neste cargo por mais quatro anos. Kretschmer se retirou do serviço ativo no mês de setembro de 1970 com a patente de Flotillenadmiral.[2]

Otto Kretschmer faleceu no hospital da Baviera após ter sofrido um acidente nas suas férias no dia 5 de agosto de 1998 aos 86 anos de idade.[2]

Sumário da carreira

[editar | editar código-fonte]

Condecorações

[editar | editar código-fonte]
Reichsmarine
  • 1 de abril de 1930 – Offiziersanwärter
  • 9 de outubro de 1930 – Seekadett
  • 1 de janeiro de 1932 – Fähnrich zur See
  • 1 de abril de 1934 – Oberfähnrich zur See
  • 1 de outubro de 1934 – Leutnant zur See (segundo-tenente)
Kriegsmarine
Marinha Alemã
  • 1 de dezembro de 1955 – Fregattenkapitän (capitão de fragata)
  • 12 de dezembro de 1958 – Kapitän zur See (capitão de mar e guerra)
  • 15 de dezembro de 1965 – Flottillenadmiral (almirante de flotilha)[2]
U-Boot Partida Chegada Dias Tonelagem
(GRT)
1 U-23 25 de agosto de 1939 Wilhelmshaven 4 de setembro de 1939 Wilhelmshaven 11 dias
2 U-23 9 de setembro de 1939 Wilhelmshaven 21 de setembro de 1939 Kiel 13 dias
3 U-23 29 de setembro de 1939 Kiel 30 de setembro de 1939 Wilhelmshaven 2 dias
4 U-23 1 de outubro de 1939 Wilhelmshaven 16 de outubro de 1939 Kiel 16 dias 876
5 U-23 1 de novembro de 1939 Kiel 9 de novembro de 1939 Kiel 9 dias
6 U-23 5 de dezembro de 1939 Kiel 15 de dezembro de 1939 Kiel 11 dias 2 400
7 U-23 8 de janeiro de 1940 Kiel 15 de janeiro de 1940 Wilhelmshaven 8 dias 11 667
8 U-23 18 de janeiro de 1940 Wilhelmshaven 29 de janeiro de 1940 Wilhelmshaven 12 dias 1 085
9 U-23 9 de fevereiro de 1940 Wilhelmshaven 25 de fevereiro de 1940 Wilhelmshaven 17 dias 11 596
10 U-23 26 de fevereiro de 1940 Wilhelmshaven 28 de fevereiro de 1940 Kiel 3 dias
11 U-99 18 de junho de 1940 Kiel 25 de junho de 1940 Wilhelmshaven 8 dias
12 U-99 27 de junho de 1940 Wilhelmshaven 21 de julho de 1940 Lorient 25 dias 22 719
13 U-99 25 de julho de 1940 Lorient 5 de agosto de 1940 Lorient 12 dias 57 890
14 U-99 4 de setembro de 1940 Lorient 25 de setembro de 1940 Lorient 22 dias 25 92
15 U-99 13 de outubro de 1940 Lorient 22 de outubro de 1940 Lorient 10 dias 30 502
16 U-99 30 de outubro de 1940 Lorient 8 de novembro de 1940 Lorient 10 dias 42 407
17 U-99 27 de novembro de 1940 Lorient 12 de dezembro de 1940 Lorient 16 dias 34 291
18 U-99 22 de fevereiro de 1941 Lorient 17 de março de 1941 Afundado 24 dias 71 025
Total 224 dias 312 383
[editar | editar código-fonte]
  • 40 navios afundados num total de 208 954 GRT
  • 3 navios de guerra auxiliares afundados num total de 46 440 GRT
  • 1 navio de guerra auxiliar afundado num total de 1 375 toneladas
  • 1 navio afundado num total de 2 136 GRT
  • 5 navios danificados num total de 37 965 GRT
  • 2 navios com perda total somando 15 513 GRT
Data U-Boot Navio Nacionalidade Tonelagem
(GRT)
4 de outubro de 1939 U-23 Glen Farg  Reino Unido 876
8 de dezembro de 1939 U-23 Scotia  Dinamarca 2 400
11 de janeiro de 1940 U-23 Fredville  Noruega 1 150
12 de janeiro de 1940 U-23 Danmark (perda total)  Dinamarca 10 517
24 de janeiro de 1940 U-23 Varild  Noruega 1 085
18 de fevereiro de 1940 U-23 HMS Daring (H 16)  Reino Unido 1 375
19 de fevereiro de 1940 U-23 Tiberton  Reino Unido 5 225
22 de fevereiro de 1940 U-23 Loch Maddy (perda total)  Reino Unido 4 996
5 de julho de 1940 U-99 Magog  Canadá 2 053
7 de julho de 1940 U-99 Bissen  Suécia 1 514
U-99 Sea Glory  Reino Unido 1 964
8 de julho de 1940 U-99 Humber Arm  Reino Unido 5 758
12 de julho de 1940 U-99 Ia  Grécia 4 860
U-99 Merisaar (capturado)  Estónia 2 136
18 de julho de 1940 U-99 Woodbury  Reino Unido 4 434
28 de julho de 1940 U-99 Auckland Star  Reino Unido 13 212
29 de julho de 1940 U-99 Clan Menzies  Reino Unido 7 336
31 de julho de 1940 U-99 Jamaica Progress  Reino Unido 5 475
U-99 Jersey City  Reino Unido 6 322
2 de agosto de 1940 U-99 Alexia (danificado)  Reino Unido 8 016
U-99 Lucerna (danificado)  Reino Unido 6 556
U-99 Strinda (danificado)  Noruega 10 973
11 de setembro de 1940 U-99 Albionic  Reino Unido 2 468
15 de setembro de 1940 U-99 Kenordoc  Canadá 1 780
16 de setembro de 1940 U-99 Lotos  Noruega 1 327
17 de setembro de 1940 U-99 Crown Arun  Reino Unido 2 372
21 de setembro de 1940 U-99 Baron Blythswood  Reino Unido 3 668
U-99 Elmbank  Reino Unido 5 156
U-99 Invershannon  Reino Unido 9 154
18 de outubro de 1940 U-99 Empire Miniver  Reino Unido 6 055
U-99 Fiscus  Reino Unido 4 815
U-99 Niritos  Grécia 3 854
19 de outubro de 1940 U-99 Clintonia (danificado)  Reino Unido 3 106
U-99 Empire Brigade  Reino Unido 5 154
U-99 Snefjeld  Noruega 1 643
U-99 Thalia  Grécia 5 875
3 de novembro de 1940 U-99 Casanare  Reino Unido 5 376
U-99 HMS Laurentic (F 51)  Reino Unido 18 724
4 de novembro de 1940 U-99 HMS Patroclus  Reino Unido 11 314
5 de novembro de 1940 U-99 Scottish Maiden  Reino Unido 6 993
2 de dezembro de 1940 U-99 HMS Forfar (F 30)  Reino Unido 16 402
U-99 Samnanger  Noruega 4 276
3 de dezembro de 1940 U-99 Conch  Reino Unido 8 376
7 de dezembro de 1940 U-99 Farmsum  Países Baixos 5 237
7 de março de 1941 U-99 Athelbeach  Reino Unido 6 568
U-99 Terje Viken  Reino Unido 20 638
16 de março de 1941 U-99 Beduin  Noruega 8 136
U-99 Ferm  Noruega 6 593
U-99 Franche Comte (danificado)  Reino Unido 9 314
U-99 J.B. White  Canadá 7 375
U-99 Korshamn  Suécia 6 673
U-99 Venetia  Reino Unido 5 728
Total 312 383

Precedido por
Kapitänleutnant Hermann Michahelles
Comandante do U-35
31 de julho de 1937 – 15 de agosto de 1937
Sucedido por
Werner Lott
Precedido por
Hans-Günther Looff
Comandante do U-23
1 de outubro de 1937 – 1 de abril de 1940
Sucedido por
Kapitänleutnant Heinz Beduhn
Precedido por
nenhum
Comandante do U-99
18 de abril de 1940 – 17 de março de 1941
Sucedido por
nenhum

Referências

  1. lexikon der Wehrmacht. «Otto Kretschmer». Consultado em 28 de junho de 2013 
  2. a b c d e f g h i j k l «Otto Kretschmer». uboat.net. Consultado em 28 de junho de 2013 
  3. a b c d e Busch & Röll 2003, p. 42.
  4. a b Thomas 1997, p. 406.
  5. a b c Scherzer 2007, p. 474.
  6. Fellgiebel 2000, p. 274.
  7. Fellgiebel 2000, p. 53.
  8. Fellgiebel 2000, p. 39.
  • Berger, Florian (2000). Mit Eichenlaub und Schwertern. Die höchstdekorierten Soldaten des Zweiten Weltkrieges (in German). Selbstverlag Florian Berger. ISBN 3-9501307-0-5.
  • Bodo Herzog: Otto Kretschmer. Patzwalk Verlag, ISBN 3-931533-44-1
  • Busch, Rainer & Röll, Hans-Joachim (2003). Der U-Boot-Krieg 1939-1945 - Die Ritterkreuzträger der U-Boot-Waffe von September 1939 bis Mai 1945 (em alemão). Hamburg, Berlin, Bonn Germany: Verlag E.S. Mittler & Sohn. ISBN 3-8132-0515-0.
  • Die Wehrmachtberichte 1939-1945 Band 1, 1. September 1939 bis 31. Dezember 1941 (in German). München: Deutscher Taschenbuch Verlag GmbH & Co. KG, 1985. ISBN 3-423-05944-3.
  • Fellgiebel, Walther-Peer (2000). Die Träger des Ritterkreuzes des Eisernen Kreuzes 1939-1945. Friedburg, Germany: Podzun-Pallas. ISBN 3-7909-0284-5.
  • Kurowski, Franz (1995). Knight's Cross Holders of the U-Boat Service. Schiffer Publishing Ltd. ISBN 0-88740-748-X.
  • Rainer Busch/Hans Joachim Röll: Der U-Boot Krieg 1939–1945. (Band 3), Mittler Verlag, ISBN 3-8132-0513-4
  • Range, Clemens (1974). Die Ritterkreuzträger der Kriegsmarine. Stuttgart, Germany: Motorbuch Verlag. ISBN 3-87943-355-0.
  • Robertson, Terence. The Golden Horseshoe: The Wartime Career of Otto Kretschmer, U-Boat Ace. London: Greenhill Books/Lionel Leventhaal Ltd.
  • Scherzer, Veit (2007). Die Ritterkreuzträger 1939 - 1945 Die Inhaber des Ritterkreuzes des Eisernen Kreuzes 1939 von Heer, Luftwaffe, Kriegsmarine, Waffen-SS, Volkssturm sowie mit Deutschland verbündeter Streitkräfte nach den Unterlagen des Bundesarchives (in German). Jena, Germany: Scherzers Miltaer-Verlag. ISBN 978-3-938845-17-2.
  • Terence Robertson: Der Wolf im Atlantik. Weltbild Verlag, ISBN 3-89350-695-0