Ouyang Xiu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um desenho contemporâneo de Ouyang Xiu.

Ouyang Xiu (chinês tradicional: 歐陽修, chinês simplificado: 欧阳修, Wade-Giles: Ou-yang Hsiu, 100722 de Setembro de 1072(A)) foi um estadista, historiador, ensaista e poeta chinês da dinastia Song. Também conhecido por Yongshu, Ouyang apelidou-se de O Velho Ébrio 醉翁, ou O Acadêmico Aposentado do Um dos Seis 六一居士(B) quando idoso. Devido à natureza multi-facetada de seus talentos, ele seria considerado no Ocidente como um homem renascentista ou polímata.[1]

Ouyang foi um dos maiores articuladores das reformas Qingli nos idos de 1040 e comandou a criação da Nova História da Dinastia Tang.[2] Também foi considerado um dos maiores mestres da prosa das eras Tang e Song. Também foi um notável escritor das poesias shi e ci.[1]

Notas[editar | editar código-fonte]

Nota (A): 8º dia do mês 8º de Xining 5 (熙寧五年八月八日), o que corresponde a 22 de Setembro de 1072 no calendário juliano.

Nota (B): Ouyang uma vez explicou a um convidado que em sua casa ele colecionava 10.000 fólios de livros, 1.000 pergaminhos de inscritos datados antes das dinastias Xia, Shang e Zhou, um Guqin, um tabuleiro de xadrez e geralmente um pote de vinho. Quando o convidado disse que era apenas um dos cinco, ele respondeu: "Eu sou um homem velho, entre estes cinco, isso não faz com que sejam seis?" [3]

Referências

  1. a b «Ouyang Xiu». The Anchor Book of Chinese Poetry Web Companion. Whittier College. 2004. Consultado em 30 de setembro de 2007 
  2. «História das Cinco Dinastias». World Digital Library. 1280–1368. Consultado em 5 de setembro de 2013 
  3. Liuyi Jushi Zhuan, 414