Palácio de Livadia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Palácio de Livadia
Ливадийский дворец (em russo)
Лівадійський палац (em ucraniano)
Local Yalta, Crimeia, Ucrânia (ocupada pela Rússia)

O Palácio de Livadia (em russo: ивадийский дворец, em ucraniano: Лівадійський палац) foi uma casa de verão do último czar russo, Nicolau II, e sua família em Livadia, na Crimeia.

Foi neste palácio que a primeira longa-metragem russa, A Defesa de Sebastopol, fez a sua estreia em 1911.

A Conferência de Yalta foi realizada no palácio em 1945, quando o edifício abrigou o presidente Franklin Delano Roosevelt e outros membros da delegação americana em seus apartamentos. Hoje o palácio abriga um museu, mas é usado às vezes para cimeiras internacionais.[1]

Referências

  1. «História do Palácio» (em russo). Consultado em 1 de março de 2014. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um palácio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.